Ocidental Vida gere cerca de 10 mil milhões só no ramo Vida

  • ECO Seguros
  • 10 Julho 2019

A Ocidental, parte do grupo AGEAS, atingiu 9,8 mil milhões de euros de provisões matemáticas no final de 2018, uma quota de 24,4% do mercado em Portugal neste indicador de investimento.

A Ocidental apresentou 68,1 milhões de euros de resultados líquidos no final de 2018, revelou Nelson Machado, CEO da seguradora para os ramos Vida e Pensões. O resultado foi obtido a partir de um volume de negócios de cerca de 1.374 milhões de euros, sendo parcelas deste total 593 milhões (43%) de PPR, 375 milhões de produtos unit-linked, 223 milhões de seguros de capitalização, 167 milhões de produtos risco e 14 milhões de rendas. O volume de negócios produziu ainda uma margem operacional de 121, 5 milhões de euros e um resultado líquido de 68,1 milhões.

Quanto a Pensões, a Ocidental é líder de mercado com 26,9% de quota tendo registado um resultado líquido de 4,1 milhões de euros e apresentado capitais próprios de 13,9 milhões que lhe permitem uma margem Solvência I de 237%. Ainda em Pensões, a seguradora geria no final do ano passado um valor superior a 5.212 milhões de euros.

O grupo Ageas que, para além da Ocidental, engloba a Médis, a própria Ageas enquanto marca e a Seguro Directo, afirma-se, para além de líder em Pensões, como segundo maior grupo segurador no ranking global e igualmente em Vida e Saúde e 3º em Não Vida.

A Ageas em Portugal apresentou um volume de negócios total de 2,2 mil milhões de euros, sendo 677 milhões de receitas Não Vida e 1.494 milhões de euros em Vida, correspondendo a uma quota de mercado total de 16,6%, de 18,4% no ramo Vida e de 13,5% em Não Vida. Com 1.304 colaboradores o Grupo teve lucro líquido de 105,1 miçhões de euros, um rácio combinado de 92,4% no segmento Não vida e 173% no em Solvência II.

Em relação a clientes em Portugal a Ageas declarou ter obtido 930 mil através de bancassurance, 666 mil através de agentes e corretores e 125 mil em seguro direto.

A nível mundial o grupo Ageas está presente na Bélgica e Portugal ocupando em ambos países a liderança em Vida e nº2 em Não Vida, tendo o terceiro lugar no ranking auto no Reino Unido e presença em França e Turquia. A outra geografia é a Ásia, na Índia, Tailândia, Vietname, Filipinas, Malásia e China, onde ocupa o quarto lugar no ramo vida.

Ainda no mundo o Grupo Ageas teve em 2018 um volume de negócios de 34,4 milhões de euros, um resultado líquido de 797 milhões, tendo apresentado um rácio combinado das entidades consolidadas de 94,3% e 202% no rácio Solvência II.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Ocidental Vida gere cerca de 10 mil milhões só no ramo Vida

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião