BRANDS' PESSOAS Equipas de Alto Rendimento

  • BRANDS' PESSOAS
  • 22 Julho 2019

Marta Santos, EY Associate Partner, People Advisory Services fala sobre a necessidade de ter as pessoas certas, com as competências certas, no lugar certo, com o valor certo, a fazer as coisas certas.

A Agenda das Pessoas™ – a necessidade de ter as pessoas certas, com as competências certas, no lugar certo, com o valor certo, a fazer as coisas certas – exige que tenhamos nas organizações Equipas de Alto Rendimento (EAR).

Porque é que umas Equipas têm sucesso e outras não? Como se caracterizam as Equipas de Alto Rendimento? Como transformamos as nossas equipas em Equipas de Alto Rendimento?

As Equipas de Alto Rendimento trazem uma clara vantagem competitiva às empresas. Trabalham de forma enérgica, são dinâmicas, ágeis! Essa energia flui e é quase “visível”, tornando-se um motor que alimenta cada um dos seus elementos, mesmo quando individualmente possam precisar de “carregar baterias”.

As EAR partilham um propósito que motiva cada um dos seus elementos e promove comportamentos positivos. Um propósito é algo que nos move, que nos faz dar o melhor de nós, que nos faz sentir que contribuímos para algo maior, com impacto nos outros.

Estas equipas valorizam as diferenças individuais entre os seus membros. Sabem – e vivem! – a diversidade como um elemento diferenciador e positivo. Porque sabem que diferentes perspetivas enriquecem qualquer tema.

Têm sistematicamente resultados de alta qualidade, porque cada um sabe o seu papel e quer desempenhá-lo sempre melhor. Têm um elevado nível de compromisso – cada elemento da equipa para com os outros e com a empresa – e contribuem claramente para o seu sucesso: melhores resultados e mais crescimento.

Um estudo realizado pela EY a nível global revela os seguintes dados nas empresas com Equipas de Alto rendimento, comparativamente às restantes:

  • 7% menos de turnover;
  • Crescem mais 10%;
  • Têm mais 6% de rentabilidade.

 

Estas equipas apresentam 5 comportamentos diferenciadores que as distinguem:

1. Confiança

A confiança está na base da pirâmide que potencia o alto rendimento. Os elementos da equipa partilham conhecimentos, valorizam as diferentes experiências dos seus elementos, admitem erros e pedem ajuda entre si. Isto permite e estimula uma verdadeira confiança entre os seus membros, o que fomenta o crescimento individual e o crescimento da equipa.

2. Conflito

Saber valorizar a diversidade é fundamental. Saber respeitar as diferentes opiniões e contributos. Participar ativamente em reuniões, dar ideias diversas e mesmo divergentes e ser valorizado. Saber conviver e tirar partido do conflito tem todos estes aspetos positivos. Sem conflito, não há evolução.

3. Compromisso

Numa Equipa de Alto Rendimento há em todos os elementos um sentimento de pertença. Há um propósito comum. Assim, as prioridades são claras para todos e os interesses comuns são priorizados.

4. Responsabilidade

Equipas em que cada um conhece o seu papel e quer dar o melhor de si. Os elementos “puxam” uns pelos outros. Todos tentam melhorar constantemente e respeitam-se mutuamente por isso. É assim que de uma forma constante se cumprem prazos e se ultrapassam objetivos.

5. Resultados

Como resultado de todos os comportamentos desde a base da pirâmide que sustenta as Equipas de Alto Rendimento, encontramos, no topo, o sucesso! Sucesso que é frequente e partilhado e celebrado por todos. Que promove a retenção dos elementos da equipa, pelo sentimento de valorização e recompensa que uma Equipa de Alto Rendimento proporciona.

São, então, os comportamentos de cada um e do conjunto que definem uma equipa.

Assim, é possível avaliar estádios de maturidade em cada um destes comportamentos e planear o seu desenvolvimento para alcançar o alto rendimento.

Com ações concretas e conhecimento profundo do contexto e da realidade – do negócio, da liderança, da equipa e de cada um dos seus elementos – é possível transformar qualquer equipa numa Equipa de Alto Rendimento.

 

Comentários ({{ total }})

Equipas de Alto Rendimento

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião