Regulador dos combustíveis pronto a usar reservas de emergência do Estado

  • ECO
  • 24 Julho 2019

O regulador dos combustíveis, a ENSE, diz estar pronto a usar as reservas de emergência do Estado para assegurar o funcionamento da economia na greve dos motoristas.

A Entidade Nacional para o Setor Energético (ENSE) admite vir a utilizar as reservas de emergência do Estado de produtos petrolíferos para assegurar o fornecimento de combustíveis durante a greve agendada para 12 de agosto. Em comunicado, o regulador diz ainda que estas reservas “estão aptas a chegar a qualquer ponto do território nacional”.

No mesmo documento, citado pelo Observador, a ENSE recorda que o país tem reservas estratégicas de combustíveis que podem ser usadas em caso de emergência e que permitem o funcionamento da economia durante 90 dias, sem necessidade de importação ou processamento de produtos.

Reservas essas que sempre existiram no passado, inclusive quando ocorreu a greve de abril, mas desta vez “estão aptas a chegar a qualquer ponto do território nacional, através do acionamento do plano de emergência”, refere a entidade.

A ERSE diz ainda que foram identificados os “principais pontos de fornecimento e carga de combustíveis, rotas de transporte, empresas transportadoras, bem como soluções alternativas (meios físicos e humanos) que possam garantir a implementação de diferentes respostas por forma a evitar constrangimentos no fornecimento dos diferentes locais de abastecimento, sobretudo os classificados como prioritários”.

Embora não adiante informações sobre as rotas, as empresas de transporte e os meios físicos e humanos alternativos, os postos prioritários da REPA estão disponíveis no site da ENSE. Estão ainda definidas as “estruturas que devem ter abastecimento prioritário, como por exemplo hospitais, centros médicos, portos, aeroportos, aeródromos e heliportos”.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Regulador dos combustíveis pronto a usar reservas de emergência do Estado

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião