Rui Paiva vai ser cabeça-de-lista da Iniciativa Liberal em Vila Real

A Iniciativa Liberal vai apresentar o gestor Rui Paiva como cabeça-de-lista em Vila Real. É mais um independente, par reforçar estratégia de ligação das empresas à universidade.

A Iniciativa Liberal tem mais um independente como cabeça-de-lista às legislativas. O gestor Rui Paiva vai liderar a lista do partido às eleições de 6 de outubro, por Vila Real, apurou o ECO junto de fontes daquele partido. O gestor da WeDo Techologies tem 52 anos e é licenciado em Matemática Aplicada.

O ainda gestor do grupo Sonae foi notícia há poucas semanas por causa do acordo de venda da WeDo a um grupo estrangeiro. Como o ECO revelou, após quase duas décadas desde a sua criação, a Sonaecom chegou a acordo com a Mobileum para a alienação da totalidade do capital da holding de serviços de consultoria por uma soma que, no limite, pode chegar perto dos 100 milhões de dólares (86 milhões de euros). À data, Rui Paiva afirmou ao ECO: “Vamos trocar de acionista para fazer crescimento”. “As empresas chegam a uma determinada altura e precisam de acelerar o crescimento. Foi tomada a decisão de que será com outro acionista”, afirmou Rui Paiva, que já tinha confirmado que vai continuar a liderar a empresa, assim como toda a equipa de gestão. E o ECO sabe que vai acumular esta função com a candidatura às legislativas pela Iniciativa Liberal.

Rui Paiva é o presidente executivo da WeDo Technologies e COO da Sonae Sistemas de Informação. Além disso, é membro da Comissão Executiva da BizDirect, Sonae IM, S21Sec, iTrust, SysValue, Fae, AmCham and Bright Pixel. O gestor iniciou a sua carreira profissional na Portugal Telecom, como Especialista em Telecomunicações e Informática. É licenciado em Matemática Aplicada e pós-graduado em Administração e Gestão pela Universidade Nova de Lisboa.

A Iniciativa Liberal já anunciou que o gestor, também independente, João Cotrim Figueiredo, será o cabeça-de-lista por Lisboa, enquanto o presidente do partido, o economista Carlos Guimarães Pinto, vai liderar a lista às legislativas pelo Porto.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Rui Paiva vai ser cabeça-de-lista da Iniciativa Liberal em Vila Real

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião