Hoje nas notícias: SNS, Sonangol e Novo Banco

  • ECO
  • 23 Agosto 2019

Dos jornais aos sites, passando pelas rádios e televisões, leia as notícias que vão marcar o dia.

O Ministério Público abriu uma investigação às empresas transportadoras de mercadorias para apurar se se confirmam as suspeitas de fraude fiscal na sequência de uma queixa apresentada pelo Sindicato Nacional de Motoristas de Matérias Perigosas. Os jogos sociais da Santa Casa e também os jogos online contribuíram com 120 milhões para o Serviço Nacional de Saúde no ano passado. Cabe ao Fundo de Resolução a responsabilidade exclusiva de compensar o Estado na conversão dos créditos fiscais em ações do Novo Banco.

Transportadoras de mercadorias na mira do Ministério Público

O Sindicato Nacional de Motoristas de Matérias Perigosas apresentou uma queixa contra as empresas transportadoras de mercadorias, o que levou o Ministério Público a abrir uma investigação para apurar se se confirmam as suspeitas de fraude fiscal. A queixa foi apresentada na semana passada, “deu origem a um inquérito” que se encontra em segredo de justiça, segundo adiantou a Procuradoria-Geral da República.

Leia a notícia completa no Público (acesso pago).

Jogos sociais e online renderam 120 milhões ao SNS

Os jogos sociais da Santa Casa, como o Euromilhões, o Totoloto e as raspadinhas, e também os jogos online contribuíram com 120 milhões para o Serviço Nacional de Saúde no ano passado. Feitas as contas, são cerca de 327 mil euros por dia em 2018, segundo o Relatório de Gestão Demonstrações Financeiras e Orçamentais da Administração Central do Sistema de Saúde.

Leia a notícia completa no Público (acesso pago).

ADSE já enviou novas tabelas de preços dos privados

A direção da ADSE já enviou ao seu conselho consultivo as novas tabelas de preços a aplicar ao regime convencionado, seis meses depois de os grande grupos privados de saúde terem ameaçado romper os acordos com o subsistema de saúde e de Sofia Portela, presidente do conselho diretivo, ter garantido no Parlamento que as novas tabelas seriam apresentadas “dentro de muito pouco tempo”.

Leia a notícia completa no Jornal de Negócios (acesso livre).

Sonangol põe edifício à venda em Lisboa

A Sonangol colocou à venda um edifício à venda em Lisboa, num negócio que pode render 60 milhões de euros. A petrolífera angolana colocou esta sexta-feira anúncios nos jornais para promover a venda de um prédio na Avenida da República, onde adianta que espera concluir a transação até final do ano. Os interessados terão de provar que têm capacidade financeira para adquirir o imóvel situado nos números de 5 a 7 da avenida.

Leia a notícia completa no Jornal Económico (acesso pago).

Fundo de Resolução terá de ceder ao Estado parte do Novo Banco

Cabe ao Fundo de Resolução a responsabilidade exclusiva de compensar o Estado na conversão dos créditos fiscais em ações do Novo Banco, no âmbito do Regime Especial Aplicável aos Ativos por Impostos Diferidos (REAID). Foi o que ficou estipulado no contrato de venda da instituição ao fundo americano Lone Star, assinado em outubro de 2017, prevendo expressamente que é o Fundo de Resolução que tem a responsabilidade de lidar com a questão dos ativos por impostos diferidos que estão protegidos pelo Estado e que lhe dão, em compensação, o direito de entrar no capital dos bancos que tenham tido prejuízos nas contas individuais.

Leia a notícia completa no Jornal Económico (acesso pago).

Comentários ({{ total }})

Hoje nas notícias: SNS, Sonangol e Novo Banco

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião