T3, espaçoso, por 36 mil euros. É um XC40

O "baby" SUV da Volvo gosta de diesel, mas também sabe andar a gasolina. E bem. O T3 é Uma opção a ter em conta, especialmente enquanto não chega o híbrido.

Com o mercado imobiliário ao rubro, este título pode enganar o olho mais desatento. Era bom um apartamento T3, espaçoso, por apenas algumas dezenas de milhares de euros. Por 36 mil euros não compra uma casa, mas sim um SUV que não vai querer deixar na garagem. É o XC40, o mais pequeno dos três modelos da fabricante sueca, mas grande o suficiente para fazer gincanas na cidade ou levar a família numa viagem de muitos quilómetros.

O T é a sigla que designa uma das motorizações a gasolina da Volvo, sendo o 3 a versão menos potente, embora haja 163 cv debaixo do pé direito do condutor. O D3, o equivalente a diesel, é claramente a preferência de quem procura este SUV, mas a versão a gasolina merece, pelo menos, uma voltinha antes de decidir qual comprar. É que é uma agradável surpresa.

Poupa-se no barulho, ganha-se um pouco na agilidade do XC40 face à versão a gasóleo. Apesar de ter de carregar 2,2 toneladas mais os ocupantes, o 1.5 litros mostrar-se sempre solicito. Uma ultrapassagem? Sem medos. Há binário que chegue para a fazer em segurança sem ser sequer preciso recorrer à caixa de velocidades.

Há potência quanto baste, permitindo uma condução suave do XC40. Não há aquela sensação de que se está num barco, quando a proa levanta. A suspensão ajuda nesse campo, evitando quaisquer adornos da carroçaria que tendem a acontecer nestes SUV. Mas também garantindo, a par do bom apoio dos bancos, que todos os ocupantes têm uma viagem descansada. A bordo, o ambiente é algo espartano, mas com uns toques de classe — detalhes em preto piano em volta do ecrã vertical e castrado no tablier. E materiais de boa qualidade.

À espera do híbrido

O XC40 tem um sucesso de vendas, confirmando que a marca fez bem em lançar um modelo mais compacto que os XC60 e XC90. Entre gasolina e gasóleo já rolam pelas estradas de muitos países mais de 200 mil destes “baby” SUV, sendo que o apetite aumentará ainda mais quando a Volvo der o próximo passo, o da eletrificação.

Não está nos planos imediatos um XC40 totalmente elétrico, mas sim um híbrido. Recorrendo ao bloco a gasolina, a fabricante sueca terá no SUV o sistema que tanto sucesso está a ter em modelos como o S e V 60 e 90. O T5 Plug-in Hybrid tem 262 cv de potência (em modo Power) e uma autonomia 100% elétrica até 50 km, prometendo consumos muito baixos. O preço? A partir dos 46 mil euros.

Comentários ({{ total }})

T3, espaçoso, por 36 mil euros. É um XC40

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião