Seguro auto na Suíça mais caro para estrangeiros

  • ECO Seguros
  • 4 Setembro 2019

A pesquisa num site comparativo de preços revelou que, na Suíça, um condutor albanês pode pagar mais 95% do que um suíço em seguro automóvel.

A informação de que a nacionalidade do condutor tem influência no preço do seguro automóvel a pagar levou o jornal Swiss Info a confirmar essa informação junto de Takashi Sugimoto, porta-voz da Associação Suíça de Seguros.”De acordo com nossas informações, a nacionalidade é um critério importante na fixação de tarifas na maioria das seguradoras”, disse.

Na Suíça e geralmente em todo o mundo, para cálculo das taxas, as seguradoras levam em consideração sexo, idade, local de residência, tipo de carro, experiência de condução e talvez nacionalidade. Estatisticamente, esses fatores influenciam a probabilidade de um acidente. “As seguradoras tentam avaliar os riscos de um motorista da forma mais precisa possível”, diz Sugimoto. Para isso, criam grupos de risco com base em históricos de acidentes, estatísticas próprias e, em parte, estatísticas públicas.

No entanto, na União Europeia, é proibido utilizar a nacionalidade como fator de fixação dos preços. Já na Suíça “as seguradoras podem usar qualquer critério que seja um risco objetivo na fixação das taxas, desde que possam comprová-lo estatisticamente”, diz Sugimoto.

O Governo suíço respondeu mesmo a uma interpelação do parlamento considerando que o cálculo das taxas de seguros relacionadas com o risco da nacionalidade, não é discriminação. No entanto, as seguradoras devem manter registos estatísticos e utilizar estatísticas completas nos seus cálculos.

As pesquisas no site comparativo em 2018, permitiram ao jornal concluir que as taxas mais caras são para os novos condutores, jovens e do sexo masculino, titulares de um passaporte estrangeiro. Nessa análise comparativa os albaneses pagam até 95% mais do que os suíços e os italianos pagam um suplemento de até 22%, dependendo da seguradora.

No mesmo sentido diferenciador, mas no ramo saúde, as mulheres jovens, independentemente da nacionalidade, pagam um seguro de saúde complementar significativamente mais elevado. De acordo com uma análise realizada no site Comparis, a diferença pode ir até 80%. A razão encontrada foi o facto de as mulheres jovens estarem em idade de terem filhos.

Comentários ({{ total }})

Seguro auto na Suíça mais caro para estrangeiros

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião