BRANDS' PESSOAS Unicórnios OutSystems e Talkdesk no Business Transformation Summit

  • BRANDS' PESSOAS
  • 19 Setembro 2019

Rui Pereira, Co-fundador e Vice-Presidente da OutSystems, e Marco Costa, General Manager EMEA da Talkdesk, no Business Transformation Summit.

As mais recentes confirmações para o Business Transformation Summit são Rui Pereira, Co-fundador e Vice-Presidente da OutSystems, e Marco Costa, General Manager EMEA da Talkdesk, que farão parte do painel “Demystifying Unicorns – What it takes to become one while shaping the future”.

Inspirado no tema “Acceleration” e com data marcada para 31 de outubro, na Lx Factory, o Business Transformation apresenta este ano um programa completamente renovado. Este programa inclui o painel “Demystifying Unicorns – What it takes to become one while shaping the future”, que irá partilhar o percurso e as histórias por detrás do sucesso destas empresas que, desafiando os modelos de negócio tradicionais, conseguem atingir avaliações superiores a mil milhões de dólares em tempo record e assim granjear o estatuto de empresas unicórnio.

Este momento de debate e partilha que promete inspirar-nos para a reflexão e oferecer a todos os presentes, lições importantes sobre como colocar em prática alguns destes ensinamentos nos seus próprios negócios, vai ser moderado por Sophie Devonshire, autora do bestseller “Superfast- How to Lead at Speed” e contará, entre outros, com a presença de Rui Pereira, da OutSystems e Marco Costa, da Talkdesk.

Para além deste painel sobre como se constroem empresas unicórnio, esta que é a 4ª edição do Business Transformation Summit apresenta uma agenda repleta de keynote speakers nacionais e internacionais, Acceleration Workshops e vários momentos surpresa de aceleração e networking, que incluem até festas – uma House Warming Party e uma Summ…set Party.

Conheça os temas que vão “acelerar” o Business Transformation Summit

Entre os oradores que vão acelerar a edição deste ano com apresentações em palco, destacam-se, no período da manhã, Jeremy Gustche, o Fundador e CEO da TrendHunter.com – o observatório de tendências Nº1 no mundo, que vai explorar o tema “Better and Faster – The Proven Path to Unstoppable Ideas”; e, no período da tarde, Zoltan Istvan, o transumanista que defende a evolução da condição humana através da tecnologia e da ciência para uma dimensão “super humana”, e que vai explorar o tema “Superhuman: How Converging Transhumanist Technologies will Change Everything”.

O Business Transformation Summit conta também com vários Acceleration Workshops onde os participantes poderão explorar um dos vários temas subordinados ao grande tema da Aceleração:

Sophie Devonshire, autora do livro “Superfast: Lead at Speed” e especialista em aceleração de negócios, vai liderar o Acceleration Workshop “Superfast – How to Set the Pace and Lead in a World of Speed”;

Gary T. Judd, Practice Leader na Franklin Covey e especialista global no desenvolvimento de culturas movidas pela Velocidade da Confiança, vai liderar o Acceleration Workshop “The SPEED of TRUST: The One Thing That Changes Everything”;

Jack Korsten, especialista em estratégia e aceleração de negócios e autor do bestseller “De Groeispiraal” (editado em holandês), vai mostrar como acelerar os negócios até 4 vezes mais rápido no Acceleration Workshop “Business Strategy and Growth Acceleration”;

Maria João Ceitil, HR Consulting Coordinator da CEGOC, e Bruno Horta Soares, Leading Executive Senior Advisor da IDC, juntam-se para identificar e explorar os 4 valores dos Recursos Humanos Agile no Acceleration Workshop “How Agile is your HR?”

Tudo isto e muito mais na Lx Factory – a antiga fábrica que é hoje o maior Hub criativo de Lisboa, onde é possível acelerar ideias e negócios.

Mais informação sobre o Business Transformation Summit disponível no site:
https://btsummit-cegos.com/

O ECO recusou os subsídios do Estado. Contribua e apoie o jornalismo económico independente

O ECO decidiu rejeitar o apoio público do Estado aos media, porque discorda do modelo de subsidiação seguido, mesmo tendo em conta que servirá para pagar antecipadamente publicidade do Estado. Pelo modelo, e não pelo valor em causa, cerca de 19 mil euros. O ECO propôs outros caminhos, nunca aceitou o modelo proposto e rejeitou-o formalmente no dia seguinte à publicação do diploma que formalizou o apoio em Diário da República. Quando um Governo financia um jornal, é a independência jornalística que fica ameaçada.

Admitimos o apoio do Estado aos media em situações excecionais como a que vivemos, mas com modelos de incentivo que transfiram para o mercado, para os leitores e para os investidores comerciais ou de capital a decisão sobre que meios devem ser apoiados. A escolha seria deles, em função das suas preferências.

A nossa decisão é de princípio. Estamos apenas a ser coerentes com o nosso Manifesto Editorial, e com os nossos leitores. Somos jornalistas e continuaremos a fazer o nosso trabalho, de forma independente, a escrutinar o governo, este ou outro qualquer, e os poderes políticos e económicos. A questionar todos os dias, e nestes dias mais do que nunca, a ação governativa e a ação da oposição, as decisões de empresas e de sindicatos, o plano de recuperação da economia ou os atrasos nos pagamentos do lay-off ou das linhas de crédito, porque as perguntas nunca foram tão importantes como são agora. Porque vamos viver uma recessão sem precedentes, com consequências económicas e sociais profundas, porque os períodos de emergência são terreno fértil para abusos de quem tem o poder.

Queremos, por isso, depender apenas de si, caro leitor. E é por isso que o desafio a contribuir. Já sabe que o ECO não aceita subsídios públicos, mas não estamos imunes a uma situação de crise que se reflete na nossa receita. Por isso, o seu contributo é mais relevante neste momento.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Unicórnios OutSystems e Talkdesk no Business Transformation Summit

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião