Banco central chinês corta taxa de juro para 3,25%

  • Lusa
  • 5 Novembro 2019

Medida visa reduzir os custos dos empréstimos bancários. Deverá refletir-se na leitura da nova taxa de referência para empréstimos.

O Banco do Povo Chinês (banco central) anunciou um corte nas taxas de juro de 3,30% para 3,25%, a primeira redução na principal ferramenta de empréstimos bancários no país desde 2016.

Numa breve declaração publicada no seu portal oficial, a instituição limitou-se a mencionar a queda nas taxas dos serviços de empréstimos a médio prazo, que abrange uma injeção de 400.000 milhões de yuans (51.194 milhões de euros) no sistema financeiro, com vencimento de um ano.

Num relatório, a consultora Capital Economics destacou que o banco central chinês está a revelar-se “mais proativo” em “adotar medidas diretas para reduzir os custos de financiamento”.

Segundo o analista Julian Evans-Pritchard, a medida visa reduzir os custos dos empréstimos bancários e deve refletir-se na leitura da nova taxa de referência para empréstimos (LPR), cuja próxima atualização está agendada para dia 20 deste mês.

“Este último corte para empréstimos a curto prazo reduzirá os custos de financiamento para os bancos e, como resultado, os bancos estarão mais dispostos a reduzir as taxas cobradas em empréstimos”, apontou.

No entanto, o especialista alerta que os cortes não serão suficientes para reverter a desaceleração do aumento do crédito, afetado pelo abrandamento da economia chinesa, que também é consequência de fatores externos, como a guerra comercial que o país enfrenta contra os Estados Unidos.

Evans-Pritchard prevê que o banco central volte a reduzir as taxas em meados de 2020.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Banco central chinês corta taxa de juro para 3,25%

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião