MetLife está à procura de 100 novos mediadores de seguros

  • ECO Seguros
  • 13 Novembro 2019

Com crescimento de atividade de dois dígitos, a seguradora americana quer alargar a rede com 100 novos agentes a quem dará formação e acompanhamento. Nesta fase está em recrutamento.

A MetLife, empresa de seguros de Vida e Acidentes Pessoais, pretende descobrir mais de 100 agentes de seguros que queiram colaborar com a Seguradora em todo o país para dar continuidade ao crescimento do negócio e ao plano de expansão e modernização da operação comercial em Portugal.

A empresa procura empreendedores que pretendam assumir a gestão do seu próprio negócio e tempo. Os agentes de seguros terão acesso a uma ferramenta de desenvolvimento profissional, assim como planos de formação contínua em todas as fases da sua atividade profissional, além da possibilidade de participarem em eventos internacionais.

“O crescimento no mercado português, de dois dígitos anuais, leva-nos a lançar este programa nacional de procura de novos agentes, ao mesmo tempo que reforçamos o investimento na formação contínua dos agentes que já colaboram com o universo MetLife”, afirmou Óscar Herencia, Vice-Presidente do Sul da Europa & General Manager da MetLife na Iberia, acrescentando que “temos de disponibilizar todas as ferramentas necessárias aos agentes que colaboram connosco para que possam responder às necessidades da nova geração de clientes, mais digital, apoiando-os em todos os momentos da sua vida”.

A MetLife está a implementar uma plataforma omnicanal que permite melhorar a resposta dos agentes de seguros às mudanças nos hábitos de compra dos consumidores – cada vez mais digitais. Com esta plataforma digital, simples e rápida, os agentes podem utilizar as suas próprias redes de contacto, nomeadamente as redes sociais, para aumentar as oportunidades de negócio, tirando partido das novas tecnologias para aumentar o volume de vendas.

A companhia que garante “tem vindo a fazer um forte investimento no mercado português, onde vê grandes possibilidades de crescimento”, disponibiliza no seu site, uma área exclusivamente dedicada aos agentes de seguros de Vida e Acidentes Pessoais que “acompanha os agentes de seguros em todas as fases evolutivas da sua atividade profissional”, conclui a empresa.

A MetLife é uma das maiores companhias de seguros de vida do mundo operando em seguros de vida, pensões, benefícios para funcionários e gestão de ativos. Tem cerca de 100 milhões de clientes, estando presente em quase cinquenta países com posições de liderança no mercado dos Estados Unidos, Japão, América Latina, Ásia, Europa e Médio Oriente.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

MetLife está à procura de 100 novos mediadores de seguros

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião