Governo quer duplicar dedução no IRS para segundo filho já em 2020

  • ECO
  • 20 Novembro 2019

O Governo quer mais do duplicar o "bónus" somado à dedução fixa no IRS por dependente até aos três anos já no Orçamento do Estado para 2020.

O Governo vai avançar já no Orçamento do Estado para 2020 com mais deduções em sede de IRS e IRC para pais até com múltiplos filhos até aos três anos e pequenas, bem como para médias empresas, adianta o Jornal de Negócios (acesso pago), esta quarta-feira.

O Executivo de António Costa quer mais do que duplicar o “bónus” somado à dedução fixa por dependente no IRS, passando a atual passando de 126 euros por criança até aos três anos para 300 euros. De acordo com o Jornal de Negócios, esta media tem um custo estimado de 50 milhões de euros.

Também as pequenas e médias empresas vão beneficiar de um desgravamento fiscal, através da subida do teto de lucros reinvestidos que podem ser objeto de dedução em sede de IRC: passará de 10 milhões para 12 milhões de euros. Ou seja, está em causa uma subida de 20%.

Ainda que o Programa do Governo não defina datas para nenhuma desta medidas, várias fontes confirmam que avançam já neste OE. A ideia é continuar a transferir o peso fiscal sobre o trabalho para a poluição. Os benefícios fiscais serão a via utilizada para atingir esse fim.

Comentários ({{ total }})

Governo quer duplicar dedução no IRS para segundo filho já em 2020

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião