Após sete sessões em queda, Lisboa sobe. Europa também

A praça portuguesa está em alta, acompanhando a recuperação das restantes praças europeias, depois de a China ter afirmado que quer chegar a um acordo com os EUA.

“Estamos a trabalhar ativamente para pôr fim à guerra comercial”. Esta frase, proferida por Xi Jinping, presidente chinês, está a aliviar a tensão nos mercados acionistas. A Europa recupera das quedas recentes, assim como Lisboa que avança após sete sessões consecutivas em “terreno” negativo. Avança 0,33%.

Xi mostrou-se empenhado em resolver rapidamente o diferendo com os EUA, apesar de ter salientado que o país está pronto a retaliar com mais taxas se for necessário. Esta postura do presidente chinês está a levar as praças europeias a registarem ganhos entre 0,1% e 0,4%. Por cá, o PSI-20 avança para os 5.189,70 pontos.

Jerónimo Martins, Galp Energia e Nos são as cotadas que mais contribuem para o desempenho positivo da bolsa nacional, que corrige de um ciclo de quedas. Tanto a retalhista como a petrolífera apresentam ganhos de 0,8%, assim como a Nos, que avança para 5,085 euros, numa sessão em que os CTT se destacam.

A empresa de correios afundou mais de 4% na última sessão, mas está a liderar os ganhos do PSI-20 neste que é o último dia de negociação da semana. Soma 2% para 3,06 euros, apesar de o secretário de Estado com o pelouro das Comunicações ter admitido que uma das hipóteses para o período após o fim do atual contrato com os CTT é a de entrar no capital da ex-empresa pública.

Nota positiva também para o BCP, que soma 0,35%, enquanto a EDP ganha 0,02% e a EDP Renováveis está inalterada. São três os títulos sem variação nesta sessão, dia em que apenas a REN perde valor. Está a cair 0,37%.

Comentários ({{ total }})

Após sete sessões em queda, Lisboa sobe. Europa também

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião