Q&A: Multicare propõe incentivos para seguros no IRS

  • ECO Seguros
  • 27 Novembro 2019

A seguradora de saúde alerta que os custos com sinistros também aumentam e que seria benéfico potenciar a contratação de seguros de saúde através de maiores incentivos no IRS.

Respondendo a perguntas de ECOseguros, fonte oficial a Multicare, um dos maiores operadores de seguros de saúde em Portugal, considera que o sucesso do seguro vai além das deficiências no Serviço Nacional de Saúde.

Como vê a evolução do mercado dos seguros em 2019?

O ano de 2019 será marcado pelo crescimento do mercado dos seguros de saúde, não só pela maior penetração dos seguros individuais mas também dos seguros contratados pelas empresas para os seus colaboradores no âmbito de benefícios sociais.

As deficiências no SNS irão potenciar mais a procura das pessoas por soluções alternativas como seguros de saúde?

O aumento da capacidade e da qualidade dos serviços de saúde prestados pelos privados e os problemas do SNS, são aspetos fundamentais que têm contribuído inequivocamente para o aumento da procura dos seguros de saúde. Mas acreditamos na complementaridade entre SNS e privados e que não são apenas os problemas do SNS que fazem crescer a penetração dos seguros de saúde. Na Multicare a abordagem no âmbito da prevenção, com o incentivo de comportamentos mais saudáveis, a qualidade da rede de prestadores, a aposta na tecnologia e inovação, e a abrangência das coberturas, têm sido decisivas para o crescimento que temos tido.

Porém, esta realidade tem sido acompanhada pelo aumento dos custos com sinistros. Vários fatores contribuem para este facto, tais como o aumento da esperança média de vida e das doenças crónicas que lhe estão associadas, aumento das doenças civilizacionais, tais como doenças cardiovasculares, diabetes e cancro, e ainda o desenvolvimento tecnológico nas terapêuticas e no diagnóstico cada vez mais sofisticados mas também mais caros, com impacto direto nos custos das seguradoras.

A hipótese de deduzir os pagamentos em seguros de saúde no IRS potenciaria mais a solução de seguros de saúde complementares ao SNS e seria mais justo?

Claro que sim. Atualmente quem tem seguro de saúde e se trata no setor privado reduz a despesa no setor público. Assim, consideramos que seria benéfico potenciar a contratação de seguros de saúde através de maiores incentivos no IRS, mas sempre mantendo e incentivando a complementaridade entre SNS e privados.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Q&A: Multicare propõe incentivos para seguros no IRS

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião