OPEP e aliados ponderam novos cortes de produção de petróleo

O Ministro do Petróleo do Iraque antecipa o anúncio de uma redução 400 mil barris diários, para 1,6 milhões, na reunião da OPEP e dos seus aliados (OPEP+) que se realiza na próxima semana em Viena.

A Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP) e outros países aliados estarão a avaliar avançar com novos cortes de produção de petróleo. O anúncio foi feito pelo Ministro do Petróleo do Iraque em declarações aos jornalistas, em Bagdade, este domingo.

Segundo noticia a Reuters, Thamer Ghadhban, antecipou uma redução em cerca de 400 mil barris diários, para 1,6 milhões, corte que poderá resultar da reunião da OPEP e dos seus aliados (OPEP+) que se realiza na próxima semana em Viena.

Os países exportadores da OPEP+ têm levado a cabo cortes de produção há três anos com vista a levar o mercado petrolífero rumo a um equilíbrio e a suportar os preços da matéria-prima. O acordo atual que prevê um corte de oferta de 1,2 milhões de barris por dia acordado em janeiro deste ano expira em março do próximo ano.

O ministro da Energia da Rússia, Alexander Novak, disse na passada sexta-feira que prefere a OPEP e os seus aliados esperem até abril, antes de tomar uma decisão sobre a extensão do acordo de produção de petróleo, revelou a agência de notícias TASS.

No seguimento desse anúncio, as cotações do petróleo registaram fortes perdas nos mercados internacionais. No caso do brent, o preço do barril caiu 2,25%, para os 62,43 dólares, no mercado londrino. Em Nova Iorque, o barril de crude registou perdas ainda mais acentuadas: 5,06%, para os 55,17 dólares.

É provável, contudo, que a posição da Novak seja contestada pela maioria dos membros da OPEP, já que estes pretendem fechar um novo acordo na reunião de 5 a 6 de dezembro em Viena.

Comentários ({{ total }})

OPEP e aliados ponderam novos cortes de produção de petróleo

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião