Staples com mochila protegida pela AON e Generali

  • ECO Seguros
  • 5 Dezembro 2019

As lojas voltam a propor um seguro para quem compre uma mala ou mochila, a indemnização em caso de sinistro pode chegar aos 1000 euros.

Mochila Protegida é um serviço criado para dar mais valor à gama de malas e mochilas da Staples, garantindo uma indemnização em caso de furto ou roubo, deste produto e respetivo conteúdo, e é relativamente fácil e imediato de contratar em qualquer loja em Portugal ou no website da marca.

O serviço proposto pela Staples é pago uma única vez, no momento de compra de uma mala ou mochila. O valor pode variar entre um total de 8,52€ no primeiro ano, para 12 meses completos de proteção, e um máximo de 170,64€, referente a 24 meses. É um serviço que pode ser ativado em caso de furto ou roubo de uma mala ou mochila adquirida na Staples, que garante a própria mala e o seu conteúdo, incluindo portátil, tablet, smartphone, calculadora ou outros materiais que o consumidor tenha no interior da mala. O valor da indemnização a receber é definido pelo comprador, podendo variar entre 75€ e 1.000€, bem como o prazo do serviço, 12 ou 24 meses.

Em caso de sinistro, a participação é igualmente rápida e simples, sem preenchimento de documentos complicados, através do website ou numa loja.

Este serviço inovador resultou de uma parceria assinalada entre a Staples, a corretora Aon e o a Generali, que em conjunto têm apostado no desenvolvimento de estratégias de distribuição B2B2C.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Staples com mochila protegida pela AON e Generali

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião