Cessação de fabrico de aviões 737 MAX pode provocar recuo do PIB dos Estados Unidos

  • Lusa
  • 23 Dezembro 2019

A histórica decisão da Boeing de cessar temporariamente o fabrico dos aviões 737 MAX poderá provocar um recuo do PIB dos Estados Unidos pelo menos no primeiro trimestre de 2020.

A histórica decisão da Boeing de cessar temporariamente o fabrico dos aviões 737 MAX poderá provocar um recuo do Produto Interno Bruto (PIB) dos Estados Unidos pelo menos no primeiro trimestre de 2020, referem analistas citados pela Efe.

Os analistas adiantam e que cessação do fabrico dos aparelhos também pode ter um “efeito dominó” nas empresas auxiliares.

O fabricante norte-americano enfrentará um 2020 marcado pela incerteza sobre se a empresa terá capacidade para suportar a crise resultante do veto para que este modelo possa voar, imposto pela Administração Federal de Aviação (FAA nas siglas em inglês).

A preocupação surge não só pela decisão de parar a produção deste modelo, o avião com melhor índice de vendas, mas também porque 2020 será um ano em que a Boeing deverá enfrentar pedidos e investigações pelo falhanço no ‘software’ ocorrido nos dois acidentes mortais – que provocaram 346 mortos – que tiveram lugar na Indonésia (2028) e na Etiópia (2019).

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Cessação de fabrico de aviões 737 MAX pode provocar recuo do PIB dos Estados Unidos

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião