Pinto Luz: “Hoje não ganhámos. Mas marcámos a diferença”

O candidato à liderança do PSD diz ter conquistado 12% dos votos. Pinto Luz venceu na Madeira, onde as eleições foram impugnadas por Alberto João Jardim, e em Lisboa.

Miguel Pinto Luz reconheceu a derrota nas eleições diretas do PSD, mas garante que a sua candidatura marcou a diferença e que conseguiu conquistar 12% dos votos dos militantes que querem “uma maneira diferente de fazer política”.

Sendo o primeiro a reagir nesta noite eleitoral do PSD, num momento em que ainda não é certo se o partido vai ou não para uma segunda volta, Miguel Pinto Luz deu os parabéns a Rui Rio e a Luís Montenegro e sublinhou que a sua candidatura surpreendeu. “Partimos com expectativas modestas, mas podemos dizer, com propriedade, que surpreendemos todos, mesmo aqueles que tentaram a todo o custo uma bipolarização nestas eleições“, disse Miguel Pinto Luz.

O vice-presidente da Câmara de Cascais sublinhou que a sua candidatura marcou a diferença “pela força das ideias”, “pelo reformismo e inconformismo permanente”, pelo “arrojo, agenda e prioridades”.

De acordo com os resultados oficiais, Miguel Pinto Luz venceu em Lisboa e na Madeira e conquistou 9,28% dos votos. A diferença face aos 12% anunciados pelo candidato tem precisamente a ver com o facto de as eleições na Madeira terem sido impugnadas por Alberto João Jardim.

“Hoje somos a candidatura que é fiel depositária desses valores reformistas para o país”, acrescentou o candidato que deixou ainda a ideia de que vai regressar à disputa da liderança. “Estou profundamente reconhecido, a responsabilidade a partir de hoje é muito maior”, disse, frisando que o seu objetivo é “servir o país”.

(Notícia atualizada)

Apoie o jornalismo económico independente. Contribua

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso. O acesso às notícias do ECO é (ainda) livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo rigoroso e credível, mas não só. É continuar a informar apesar do confinamento, é continuar a escrutinar as decisões políticas quando tudo parece descontrolado.

Introduza um valor

Valor mínimo 5€. Após confirmação será gerada uma referência Multibanco.

Comentários ({{ total }})

Pinto Luz: “Hoje não ganhámos. Mas marcámos a diferença”

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião