Primeiros veículos todo-o-terreno de Estarreja na estrada em 2022

  • ECO
  • 22 Janeiro 2020

A construção da fábrica da Ineos Automotive deverá estar pronta em outubro. A unidade vai empregar 400 a 500 colaboradores.

A empresa britânica Ineos Automotive assina esta quarta-feira um protocolo com a Câmara Municipal de Estarreja para a instalação de uma fábrica de veículos todo-o-terreno (4×4) no município. Um investimento de aproximadamente 251 milhões de euros“, avançou o jornal de Negócios (acesso pago) e o Dinheiro Vivo (acesso livre)

O início da construção da fábrica deve começar em abril, estando prevista a sua conclusão em outubro. Passado um mês arrancará a instalação de equipamento na fábrica. Em outubro do próximo ano começará a fase de pré teste operacional da fábrica e, finalmente, o arranque da produção está previsto para abril de 2022.

A unidade fabril deverá empregar 400 a 500 trabalhadores quando funcionar em pleno e deverá produzir cerca de 25 mil veículos por ano. Mas, numa primeira fase, a previsão é contratar cerca de 200 pessoas.

Para o presidente da autarquia, Diamantino Sabina, a assinatura do protocolo é um “passo muito importante” para o desenvolvimento do projeto, assinala o autarca, que considera o investimento da Ineos a “cereja no topo do bolo do desenvolvimento económico do município”

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Primeiros veículos todo-o-terreno de Estarreja na estrada em 2022

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião