Coronavírus leva petróleo para baixo dos 60 dólares

Preços do petróleo afundam, com a perspetiva de que o menor crescimento global devido ao coronavírus leve a uma quebra na procura pela matéria-prima.

O petróleo continua a afundar nos mercados internacionais, penalizado pelos receios quanto ao impacto do coronavírus chinês no crescimento da economia mundial. O preço do barril está já abaixo da fasquia dos 60 dólares em Londres.

O Brent, que serve de referência para a Europa, segue a perder 2,11% para cotar nos 59,41 dólares. Está abaixo dos 60 dólares, negociando em mínimos desde meados de outubro. Também em Nova Iorque a tendência é de queda, com o WTI a ceder 2,27% para 52,96 dólares.

Brent afunda nos mercados internacionais

O coronavírus foi detetado no final do ano em Wuhan, uma cidade com 11 milhões de habitantes e capital da província de Hubei, no centro da China. Desde então, já infetou 2.300 pessoas, provocando 80 mortes na China.

Além da China continental, há quase meia centena de infeções confirmadas em Macau, Hong Kong, Taiwan, Tailândia, Japão, Coreia do Sul, Estados Unidos, Singapura, Vietname, Nepal, Malásia, França, Austrália e Canadá. Também França já registou três casos.

Este vírus está a assustar os investidores que temem o impacto na economia global. Perante estes receios, os preços do petróleo afundam, com a perspetiva de que o menor crescimento leve a uma quebra na procura pela matéria-prima.

Comentários ({{ total }})

Coronavírus leva petróleo para baixo dos 60 dólares

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião