Banco de Portugal aperta cerco à gestão da banca nos clientes de risco

  • ECO
  • 24 Fevereiro 2020

Regulador enviou uma carta circular às administrações das instituições financeiras em que pede que definam as regras internas sobre quais os clientes que consideram de risco elevado.

Banco de Portugal está a apertar o cerco aos gestores dos bancos. Enviou uma carta circular às administrações das instituições financeiras em que pede que definam as regras internas sobre quais os clientes que consideram de risco elevado. Será com base nesses critérios que, havendo falhas que levem a perdas com financiamentos, como aconteceu no passado, os administradores serão responsabilizados, revela o Jornal de Negócios (acesso pago).

Procurando evitar que o setor seja alvo de perdas avultadas como no passado, o regulador definiu que cada um dos bancos vai ter de apresentar as regras internas com que irá definir quais são os clientes que irá considerar como de risco elevado. Essas políticas vão ser definidas pelo conselho de administração e apresentadas ao órgão de fiscalização. As políticas de cada banco terão de ser entregues ao Banco de Portugal até ao dia 30 de junho.

Havendo situações no futuro em que os bancos incorram em perdas, tendo em conta que serão os gestores dos bancos a definir quem são os clientes de risco elevado, estes serão chamados a justificarem as decisões tomadas, nomeadamente de concessão ou reestruturação dos créditos.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Banco de Portugal aperta cerco à gestão da banca nos clientes de risco

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião