Espanha regista 655 mortes por coronavírus nas últimas 24 horas. Já são 4.089

O número de infetados por coronavírus no país vizinho já ultrapassa as 55 mil pessoas. E as vítimas mortais já são 4.089. Só nas últimas 24 horas, morreram em Espanha 655 pessoas.

O número de mortos devido ao surto de Covid-19 em Espanha aumentou para 655, nas últimas 24 horas. Sobe assim para 4.089 o número de vítimas mortais em território espanhol, estando 56.188 pessoas infetadas, anunciou esta quinta-feira o Ministério da Saúde, avança o El País (conteúdo em espanhol).

De notar que dos mais de 56 mil infetados, quase 32 mil estão hospitalizados e sete mil já recuperaram. Por outro lado, o número de mortos em Espanha já ultrapassou os números da China.

Face à pandemia, o Governo espanhol comprou 340.000 testes rápidos de rastreio ao coronavírus à China, mas estesacabaram por “não corresponder às expectativas”, asseguraram os vários laboratórios de microbiologia espanhóis. Os especialistas explicam que as características são diferentes das anunciadas e falam numa taxa de sensibilidade de apenas 30%, bastante abaixo dos 80% aceitáveis, o que não permite apurar resultados confiáveis. Estes kits rápidos fabricados pela empresa chinesa Bioeasy “não detetam os casos positivos como seria de esperar”, disse uma fonte.

Perante este cenário, o governo espanhol refere que “todas as administrações estão a trabalhar incansavelmente para obter equipamento médico. É uma verdadeira guerra para se obter máscaras, testes rápidos, ventiladores”, explicou a ministra das Finanças e porta-voz do Governo, Maria Jesus Montero.

Este surto está, de resto, a fazer a economia espanhola “desacelerar”, tendo o Executivo avançado com várias medidas para tentar conter o avanço da pandemia. Entre as decisões que têm sido anunciadas, destaca-se uma proposta para suspender, em certos casos, o pagamento das rendas das pessoas com menos capacidades financeiras.

Contribua. A sua contribuição faz a diferença

Precisamos de si, caro leitor, e nunca precisamos tanto como hoje para cumprir a nossa missão. Que nos visite. Que leia as nossas notícias, que partilhe e comente, que sugira, que critique quando for caso disso. A contribuição dos leitores é essencial para preservar o maior dos valores, a independência, sem a qual não existe jornalismo livre, que escrutine, que informe, que seja útil.

A queda abrupta das receitas de publicidade por causa da pandemia do novo coronavírus e das suas consequências económicas torna a nossa capacidade de investimento em jornalismo de qualidade ainda mais exigente.

É por isso que vamos precisar também de si, caro leitor, para garantir que o ECO é económica e financeiramente sustentável e independente, condições para continuar a fazer jornalismo rigoroso, credível, útil à sua decisão.

De que forma? Contribua, e integre a Comunidade ECO. A sua contribuição faz a diferença,

Ao contribuir, está a apoiar o ECO e o jornalismo económico.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Espanha regista 655 mortes por coronavírus nas últimas 24 horas. Já são 4.089

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião