Comissão Europeia aprova entrada da Ageas na SPSI da José de Mello

  • ECO Seguros
  • 14 Abril 2020

A participação da Ageas Portugal no capital da empresa de residências assistidas do grupo José de Mello foi aprovada pela Comissão Europeia por não suscitar problemas de concorrência.

A compra de 30% da Sociedade Portuguesa de Serviços de Apoio e Assistência a Idosos (SPSI) pela Ageas, ao grupo José de Mello, foi aprovada pela Comissão Europeia (CE). Bruxelas concluiu, esta terça-feira, que a aquisição proposta não suscitaria preocupações em matéria de concorrência, devido ao seu impacto limitado no mercado.

A Comissão Europeia aprovou, nos termos do Regulamento das Concentrações da União Europeia, a aquisição do controlo conjunto da Sociedade Portuguesa de Serviços de Apoio e Assistência a Idosos (SPSI) pelas empresas José de Mello Residências e Serviços (JMRS) e Ageas Portugal Holding. A operação tinha sido anunciada em 26 de novembro último e a sua concretização dependia desta autorização da CE.

A CE analisou a tomada de 30% do capital da SPSI pela Ageas, sociedade que gere duas residências assistidas em Lisboa e no Estoril e um condomínio residencial em Lisboa, e tem atividades imobiliárias na área metropolitana de Lisboa.

A JMRS, que ficou a deter 70% da SPSI, é descrita pela CE como “ativa no desenvolvimento de soluções residenciais e de programas de reabilitação ortopédica, geriátrica e neurológica e prestação de serviços personalizados de cuidados domiciliários”. A JMRS pertence ao grupo José de Mello que opera no setor dos serviços de saúde privados, das infraestruturas rodoviárias e da indústria química em Espanha e nos EUA. Na JMRS a José de Mello tem 63% do capital a Associação Nacional de Farmácias tem 27% e a José de Mello Saúde detém 10%.

Já a Ageas Portugal é descrita pela CE como “uma companhia de seguros ativa em Portugal, propriedade do Grupo Ageas, que presta serviços de seguros de vida e não vida a clientes individuais, empresariais e institucionais em vários países da UE e na Ásia”.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Comissão Europeia aprova entrada da Ageas na SPSI da José de Mello

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião