Moratória no crédito à habitação alargada aos emigrantes

  • ECO
  • 14 Abril 2020

O presidente da Associação Portuguesa de Bancos (APB) adiantou que os emigrantes também terão acesso à moratória no crédito à habitação e que está a ser preparada um moratória nos créditos ao consumo.

Os emigrantes portugueses também vão ter direito a pedir suspensão temporária do pagamento das prestações do crédito à habitação. Em entrevista à RTP3, o presidente da Associação Portuguesa de Bancos (APB) adiantou que a medida está a ser trabalhada e deverá ficar fechada nos próximos dias.

Tal como o ECO avançou em primeira mão, os bancos estão a preparar uma moratória privada que vai complementar a moratória pública instituída pelo Governo e que se só abrange os créditos à habitação própria permanente e às empresas.

Em entrevista ao programa “Tudo é Economia”, da RTP3, Faria de Oliveira revelou, entretanto, que a moratória privada vai incluir, além do crédito ao consumo, “a área do crédito à habitação que não seja de habitação própria permanente“, abrindo a possibilidade que também os “não residentes, isto é, aos emigrantes” possam pedir atrasos nas prestações dos empréstimos.

O presidente da APB referiu que está quase tudo preparado para estas moratórias avançarem. O que falta? “Tivemos a precaução de consultar a Autoridade da Concorrência. (…) Recebemos algumas recomendações, estamos neste momento a tentar introduzi-las”, sublinhou, prometendo novidades para “muito brevemente, nos próximos dias”.

O presidente da APB notou ainda que o financiamento às empresas tem tido algumas falhas. “Inicialmente houve algumas dificuldades de natureza processual e burocrática. Nas novas linhas que vão ser anunciadas em breve espero que este tipo de problemas seja facilitado. Os bancos estão a levar cerca de dois, três dias a fazer a sua aprovação inicial, o que é muito bom”, disse.

(Notícia atualizada às 10h25 com declarações de Faria de Oliveira)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Moratória no crédito à habitação alargada aos emigrantes

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião