Estado duplica valor das linhas de crédito para as empresas

  • ECO
  • 13 Abril 2020

O Governo duplicou as linhas de crédito de três mil milhões de euros para 6,2 mil milhões de euros.

O Governo duplicou o valor das linhas de crédito para apoiar a liquidez das empresas, passando o montante global de três mil milhões de euros para 6,2 mil milhões de euros, segundo a TSF. Portugal tinha capacidade para aumentar este apoio dado que pediu autorização à Comissão Europeia para ceder um valor superior aos três mil milhões em ajudas estatais.

A estação de rádio adianta ainda que uma das linhas até agora dedicada à indústria sobe de 1,3 mil milhões para 4,5 mil milhões de euros e é remodelada para passar a abranger centenas de atividades, tal como o ECO avançou na sexta-feira. Esta linha de apoio à atividade económica torna-se assim disponível também para setores como a agricultura, a construção, comércio de todo o tipo de bens e serviços.

O documento que estabelece um novo protocolo entre o Estado e os bancos também impede a banca de exigir mais garantias às empresas para que estas possam aceder às linhas de crédito. O período de carência sobe de 12 para 18 meses e o prazo de reembolso de quatro para seis anos.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Estado duplica valor das linhas de crédito para as empresas

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião