Pedidos de subsídio de desemprego caem nos EUA. Wall Street avança

Índices bolsistas dos EUA estão em alta, corrigindo o tombo de 2% da sessão anterior, animados por descida dos pedidos de subsídio de desemprego e perspetiva de reabertura da economia norte-americana.

Wall Street regressou ao verde nesta, quinta-feira, após um tombo de mais de 2% na sessão anterior motivado pela quebra das vendas do retalho e dos resultados empresariais. Desta vez, os dados económicos jogam a favor dos investidores, perante a quebra dos pedidos de subsídio de desemprego nos EUA na última semana.

O S&P 500 valoriza 0,57%, para os 2.799,34 pontos, enquanto o Dow Jones e o Nasdaq avançam 0,17% e 1,02%, respetivamente, para os 23.543,66 e 8.479,11 pontos.

Os dados mais recentes mostraram que os pedidos de subsídio de desemprego caíram ligeiramente para 5,2 milhões na semana passada, o que compara com os 6,62 milhões da semana anterior. Ainda assim, o número total no mês passado ainda superou os 20 milhões, reflexo do impacto do coronavírus na atividade do país.

“Este é um número terrível, mas é menor do que nas duas semanas anteriores e acredito que atingimos o pico”, disse David Bahnsen, diretor de investimentos do Bahnsen Group, citado pela Reuters.

Os investidores também estarão a valorizar a possibilidade de o Presidente norte-americano, Donald Trump, anunciar “novas diretrizes” com vista à reabertura da economia, isto depois de, durante uma conferência de imprensa que decorreu esta quinta-feira, ter dito que os EUA superaram o pico de novas infeções por coronavírus.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Pedidos de subsídio de desemprego caem nos EUA. Wall Street avança

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião