Com “bola” parada, Liga portuguesa estima 400 milhões em perda de receita

  • ECO
  • 24 Abril 2020

Dois meses de suspensão do futebol profissional estarão a resultar em 400 milhões em perda de receita para a Liga. "Bola" poderá voltar a rolar com despiste ao Covid-19 antes dos jogos.

A Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) prevê uma quebra das receitas em torno de 400 milhões de euros por causa da suspensão das competições, uma medida forçada pela pandemia do coronavírus.

A informação foi avançada pelo Jornal Económico (ligação indisponível), numa altura em que se prepara já o regresso da “bola” para concluir as competições suspensas dentro dos prazos estipulados pela UEFA. Segundo a Tribuna Expresso, os cortes nos direitos televisivos estão a ser o principal fator penalizador das receitas dos clubes, mas também a bilhética e o merchandising. A não-abertura do mercado de transferências a 1 de julho também faz antecipar quebras significativas.

Esta sexta-feira foi também revelado, pelo Jornal de Notícias (ligação indisponível), que uma das medidas que está a ser estudada para a retoma dos campeonatos de futebol profissional é a testagem dos jogadores para despiste do Covid-19 antes de cada partida. Além disso, a LPFP quer tomar medidas que previnam a aglomeração de adeptos à entrada dos estádios, estando em cima da mesa a realização dos jogos que faltam à porta fechada.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Com “bola” parada, Liga portuguesa estima 400 milhões em perda de receita

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião