IP estuda taxa sobre carros elétricos

  • ECO
  • 7 Maio 2020

A IP pondera criar uma taxa sobre carros elétricos para pagar a conservação das estradas. Atualmente já é cobrada uma contribuição sobre automóveis a gasolina, gasóleo e GPL.

O conselho geral e de supervisão da Infraestruturas de Portugal (IP) “considera necessário promover uma discussão sobre a existência de uma compensação” para a empresa “sobre os carros elétricos que utilizam a infraestrutura”, à semelhança do que acontece com os restantes veículos automóveis, revela o Jornal de Negócios (ligação indisponível).

A intenção está plasmada no relatório anual de atividades de 2019. “Poderá constituir uma contribuição para a conservação das vias rodoviárias entregues à IP e, no futuro, deveria incorporar uma parcela pelo uso que os carros elétricos fazem das mesmas”, sublinha o documento. Atualmente já é cobrada uma contribuição sobre automóveis a gasolina, gasóleo e GPL, que gerou 701 milhões de euros à IP em 2019, um aumento de 2% face ao ano anterior.

O tema já foi “abordado numa reunião com o conselho de administração executivo pois o conselho geral e de supervisão entende ser muito importante que sejam consideradas alternativas em resultado desta alteração do paradigma introduzido pelas viaturas elétricas“, defende o órgão. As vendas de carros elétricos têm vindo a aumentar. Atualmente, representam 0,3% do parque automóvel de ligeiros.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

IP estuda taxa sobre carros elétricos

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião