Um em cada dez portugueses vive numa casa com falta de espaço. Principalmente no Algarve e nos Açores

Quase um em cada dez portugueses (9,5%) vive em habitações com falta de espaço, uma percentagem que se manteve quase inalterada no espaço de um ano. Situação é mais preocupante no Algarve e Açores.

Um em cada dez portugueses (9,5%) vivia em habitações sobrelotadas, uma percentagem que se manteve praticamente inalterada face a 2018, mostram os dados do Instituto Nacional de Estatística (INE). A tendência é nacional mas é ainda mais acentuada em certas zonas do país, como o Algarve e os Açores, onde mais de 15% da população vive nestas condições.

Se em 2018, 9,6% dos portugueses viviam em casa com falta de espaço, em 2019 essa percentagem desceu ligeiramente para 9,5%. A situação é mais preocupante no Algarve, com 17,8% das pessoas nestas situações, na Região Autónoma dos Açores (15,7%) e na Área Metropolitana de Lisboa (12,9%).

E como se não bastasse a falta de espaço, cerca de 4,1% dos portugueses ainda viviam em condições severas de privação habitacional, ou seja, para além de sobrelotado, o alojamento em que viviam tinha, pelo menos, um dos seguintes problemas: não havia duche ou sanita com autoclismo no interior, infiltrações ou humidade e luz natural insuficiente num dia de sol.

As despesas com a habitação caíram no espaço de um ano para 11%, refere o INE. Mas há ainda 5,7% de famílias cujo rácio das despesas com a casa em relação ao rendimento é superior a 40%, uma tendência que também é mais acentuada no Algarve (8,2%), Área Metropolitana de Lisboa (7,7%) e Região Autónoma dos Açores (7,3%).

Fonte: Instituto Nacional de Estatística/2019

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Um em cada dez portugueses vive numa casa com falta de espaço. Principalmente no Algarve e nos Açores

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião