Ex-presidente da Águas de Portugal escolhido pelo Governo para coordenar as negociações de ajuda à TAP

  • ECO
  • 11 Maio 2020

João Nuno Mendes, ex-presidente da Águas de Portugal, foi o escolhido pelo Governo para coordenar as negociações de ajudas do Estado à TAP.

O Governo escolheu o ex-presidente da Águas de Portugal para coordenar as negociações de ajuda do Estado à TAP, avança o Expresso (acesso pago). Neste processo de negociações, que arrancou na passada sexta-feira, João Nuno Mendes terá de apresentar um plano de medidas para salvar a companhia aérea nacional, que foi fortemente prejudicada pela pandemia.

De acordo com aquele jornal, será João Nuno Mendes a coordenar as conversas que permitirão definir de que forma vai intervir o Estado para ajudar a TAP a dar a volta a esta crise, uma escolha que terá sido articulada com António Costa. “Será um trabalho diário, porque o resultado urge”, disse fonte próxima do processo ao Expresso.

João Nuno Mendes foi presidente do Conselho de Administração da Águas de Portugal até novembro do ano passado. Mas antes disso foi assessor económico do Gabinete do primeiro-ministro no primeiro Governo de António Guterres e secretário de Estado do Planeamento no segundo Governo de Guterres. Passou ainda pelo Grupo Amorim e Galp Energia.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Ex-presidente da Águas de Portugal escolhido pelo Governo para coordenar as negociações de ajuda à TAP

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião