Direto “Estado não terá um cêntimo na TAP sem que isso signifique mais controlo”, diz Costa

António Costa prepara-se para responder às questões dos deputados após o início do desconfinamento no país, mas também no dia em que aprova um alargamento dos apoios sociais em plena pandemia.

Esta quinta-feira de tarde o primeiro-ministro vai ao Parlamento para ser confrontado pelos deputados numa altura em que o país já está fora do estado de emergência, tendo entrado no estado da calamidade e no início de desconfinamento. Neste debate quinzenal será o CDS a abrir a discussão.

Apoie o jornalismo económico independente. Contribua

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso. O acesso às notícias do ECO é (ainda) livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo rigoroso e credível, mas não só. É continuar a informar apesar do confinamento, é continuar a escrutinar as decisões políticas quando tudo parece descontrolado.

Introduza um valor

Valor mínimo 5€. Após confirmação será gerada uma referência Multibanco.

Comentários ({{ total }})

“Estado não terá um cêntimo na TAP sem que isso signifique mais controlo”, diz Costa

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião