Salários mais baixos poderão passar a ter lay-off pago a 100%

  • ECO
  • 30 Maio 2020

Executivo está a estudar o prolongamento do regime de lay-off, passando a ser pago a 100% para quem tem ordenados mais baixos. Notícia foi avançada pelo Expresso.

O Governo prepara-se para anunciar uma nova solução para o lay-off. Com o regime simplificado, desenhado especificamente para a pandemia de Covid-19, a chegar ao fim, o Executivo está a estudar o prolongamento, passando a ser pago a 100% para quem tem ordenados mais baixos. A notícia foi avançada este sábado pelo Expresso (acesso pago) e confirmada pelo ECO.

Atualmente, o regime permite aos empregadores mais afetados pela pandemia de coronavírus suspender os contratos de trabalho ou reduzir as cargas horárias dos seus trabalhadores, que passam a ter direito a, pelo menos, dois terços do seu salário, pagos em 70% pela Segurança Social e em 30% pelo patrão. Mas a medida acaba em junho e os patrões já pediram um prolongamento, o que alguns partidos veem com bons olhos, mas pedem alterações, nomeadamente no corte de rendimentos.

O Governo está a estudar essa possibilidade, sendo que o cenário em cima da mesa é que o pagamento dependa do salário do trabalhador. Ou seja, salários mais baixos seriam pagos a 100% e depois haveria um faseamento até aos 66% do ordenado máximo elegível (1.950 euros), segundo o semanário. Em simultâneo, poderão ser alterados outros apoios sociais, como o rendimento social de inserção, acrescenta o Expresso.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Salários mais baixos poderão passar a ter lay-off pago a 100%

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião