Pequim garante ter surto controlado. Bolsas europeias sobem

Após uma abertura da sessão em baixa, as principais praças europeias inverteram a tendência graças às declarações das autoridades de saúde chinesas. Lisboa também sobe.

As bolsas europeias respiram de alívio com as garantias de que o surto de coronavírus que tinha surgido na China não vai gerar uma segunda vaga. O epidemiologista chefe do Centro de Prevenção e Controlo de Doenças da China, Wu Zunyou, disse esta quinta-feira que o recente surto registado em Pequim está controlado.

Este foco era uma das principais preocupações dos investidores, cujo sentimento tem, nas últimas semanas, sido determinado pelos avanços e recuos na perspetiva de uma segunda vaga de vírus. Novo confinamento iria comprometer a recuperação económica após a maior recessão desde a segunda guerra mundial.

“Em compensação por todo o otimismo de que os estímulos de bancos centrais e governos consigam aliviar efeitos mais permanentes na atividade económica, há crescentes preocupações de que a recuperação não seja em força de V, mas sim mais parecida com um U“, explica, em declarações à Reuters, Michael Hewson, analista chefe de mercados da CMC Markets UK.

Face a estas preocupações, as praças europeias interromperam a série de duas sessões de ganhos e abriram esta quarta-feira em quebra. Mas as declarações levaram as bolsas a inverter a tendência, tendo voltado a negociar em alta.

O índice de referência europeu, o Stoxx 600, ganha 0,07%, apesar de algumas bolsas europeias continuarem mistas. É o caso do alemão DAX, que perde 0,3%. Já Lisboa está do lado dos que valorizam: o português PSI-20 sobe 0,47% para 4.471,41 pontos.

A liderar os ganhos do índice estão a Corticeira Amorim (que ganha 3,05% para 10,14 euros), bem como as cotadas do setor do papel e pasta de papel: Navigator, Semapa e Altri sobem entre 1,3% e 2,3%. Também a Jerónimo Martins (+0,61%), a Galp Energia (+0,68%) e a EDP Renováveis (+0,51%) impulsionam. Em terreno negativo, mantêm-se a Nos (-0,94%) e o BCP (-0,51%).

PSI-20 valoriza

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Pequim garante ter surto controlado. Bolsas europeias sobem

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião