Manulife avalia compra de unidade da Aviva no Vietname

  • ECO Seguros
  • 2 Julho 2020

A Aviva Plc, que reviu a sua estratégia para o mercado asiático e já alienou negócios na Indonésia, continua a estudar soluções para ativos que detém em Hong Kong e no Vietname.

A seguradora canadiana Manulife (The Manufacturers Life Insurance Company) estará a negociar um acordo de aquisição de ativos incluindo a parceria de bancasseguros com o parceiro local da Aviva (Vietnam Joint Stock Commercial Bank for Industry & Trade, também conhecido como VietinBank), para vender produtos de seguros através das sucursais do banco estatal.

De acordo com a edição eletrónica da Insurance Business Magazine, citando fonte anónima da Bloomberg, a Manulife Financial Corp emerge como principal candidata à aquisição da unidade vietnamita da Aviva Plc.

A transação poderá ascender a várias centenas de milhões de dólares. Porém, as negociações estarão ainda em curso e nada garante se sejam concluídas com êxito, havendo até outros potenciais proponentes, indicaram as fontes.

A Manulife opera em 11 mercados na Ásia, incluindo o Vietname, Japão e Hong Kong. A Ásia representou cerca de um terço dos ganhos da empresa nos segmentos operacionais no ano passado, e 2019 viu o número de agentes da Manulife na região aumentar em 20%, segundo dados da seguradora canadiana que acumula mais de 150 anos de experiência e atualmente protege mais de 30 milhões de clientes.

A Manulife Viêt Nam está ativa desde 1999.

 

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Manulife avalia compra de unidade da Aviva no Vietname

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião