Com contas arrestadas, Isabel dos Santos pediu para receber da Unitel em numerário

  • ECO
  • 13 Julho 2020

Isabel dos Santos, ainda administradora da Unitel, quis receber o seu salário em dinheiro vivo, mas a empresa rejeitou. Contudo, terá mudado a transferência bancária para uma conta não arrestada.

A filha do ex-presidente de Angola, que detém 25% da operadora de telecomunicações Unitel, da qual é administradora, exigiu aos recursos humanos da empresa que o pagamento do seu salário de cerca de 44 mil euros mensais fosse feito em dinheiro vivo e não através de transferência bancária. Apesar de o pedido ter sido rejeitado, a empresa permitiu mudar de conta bancária para uma que não tivesse sido arrestada, o que terá acontecido.

A empresária angolana, que tem contas bancárias e bens arrestados em Angola e Portugal, viu o seu pedido ser rejeitado pelo conselho de administração e ameaçou abrir um processo judicial contra os administradores da Unitel, segundo revela o Público (acesso condicionado). A ameaça foi em vão, tendo o conselho de administração recordado que o contrato previa pagamentos por transferência bancária para uma conta de um banco em Angola.

“Sendo a Unitel uma empresa que se rege por elevados padrões de compliance [cumprimento da lei] não pode, de modo algum, estar envolvida em qualquer situação que possa sequer levantar qualquer tipo de suspeita neste domínio”, respondeu a equipa jurídica da Unitel a Isabel dos Santos, referindo que a lei de prevenção e combate ao branqueamento de capitais em Angola obriga à comunicação às autoridades de pagamentos em numerário superior a 15 mil dólares.

Apoie o jornalismo económico independente. Contribua

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso. O acesso às notícias do ECO é (ainda) livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo rigoroso e credível, mas não só. É continuar a informar apesar do confinamento, é continuar a escrutinar as decisões políticas quando tudo parece descontrolado.

Introduza um valor

Valor mínimo 5€. Após confirmação será gerada uma referência Multibanco.

Comentários ({{ total }})

Com contas arrestadas, Isabel dos Santos pediu para receber da Unitel em numerário

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião