Model Y ficou mais barato. Tesla corta preço em 3.000 dólares

Elon Musk decidiu reduzir em 3.000 dólares o valor de venda do seu próximo SUV. Corte no preço pretende estimular as vendas num contexto de pandemia.

O Model Y ainda agora chegou às estradas, mas Elon Musk veio reforçar os argumentos para que o novo modelo da marca norte-americana possa ser um sucesso de vendas. Com a pandemia a ensombrar o setor automóvel, decidiu avançar com uma redução do preço de venda do SUV.

A Tesla decidiu baixar o preço do mais recente membro da “família” de 52.990 dólares para 49.990 dólares, uma redução de 3.000 dólares que segue o exemplo do que a marca fez com o Model X, S e, claro, com o “best seller“, o 3.

Em Portugal, a marca comercializa o Y com preços a partir dos 65.000 euros, sendo que a versão mais potente deste SUV totalmente elétrico arranca nos 71.000 euros, não havendo indicação sobre esta redução do valor de venda avançada pela Reuters.

Esta descida de preço é feita numa altura em que as entregas dos modelos da marca norte-americana encolheram ligeiramente, em resultado da crise provocada pela pandemia.

A decisão poderá ser explicada também pela chegada ao mercado de novos modelos, de marcas concorrentes, como o elétrico da Volkswagen. Elon Musk pretenderá, assim, conseguir atrair novos clientes para o Y.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Model Y ficou mais barato. Tesla corta preço em 3.000 dólares

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião