Prévoir reforça seguro Vida crédito habitação com novas garantias

  • ECO Seguros
  • 22 Julho 2020

O reformulado Vida Domus simplifica requisitos clínicos, amplia a idade de subscrição e, agora está mais completo e flexível, adaptando-se também ao atual contexto social e económico.

A Prévoir acaba de lançar a nova versão do PRÉVOIR VIDA DOMUS, um seguro de vida crédito habitação agora municiado com nova garantia – sobre diagnóstico de doença oncológica – e uma “tarifa competitiva, ainda mais atrativa”, afirma a companhia.

Para grande maioria da população, a compra de casa é um dos grandes projetos de vida. “Quando se recorre a um crédito habitação, as dúvidas ainda ficam mais fortes. Em média, em Portugal, um empréstimo dura cerca de 30 anos, pelo que eventos inesperados – como doença, acidentes ou morte – podem ocorrer,” observa a Prévoir em comunicado.

Para Paulo Silva, Diretor de Desenvolvimento Comercial da Prévoir, a nova versão do Prévoir Vida Domus pode fazer a diferença na vida das pessoas: “estamos convictos que esta solução vai ao encontro das necessidades dos nossos clientes e os auxilia num dos seus grandes projetos de vida. Com um maior valor acrescentado e garantias ímpares para este tipo de produto, construímos uma solução muito distinta”.

Em resultado, o produto evoluiu e está, ainda, “mais completo e flexível.” De acordo com seguradora especialista em soluções Vida, o produto apresenta-se agora como “solução única no mercado, que se destaca em termos das garantias incluídas, tarifa competitiva e alargamento da sua idade de subscrição”.

Diagnóstico de cancro nas garantias principais e tarifas mais competitivas

Para além de estar consagrada a garantia de Invalidez Absoluta e Definitiva (IAD) “em todas as apólices, o grande destaque vai para a inclusão de uma nova garantia Diagnóstico de Cancro, em todas as opções do seguro, sem custo adicional para o segurado”. A nova proteção prevê o pagamento de um capital até 50 mil euros para a pessoa segura, de modo a fazer face a despesas relacionadas, explica a Prévoir Vie, sucursal em Portugal do grupo francês.

Após o pagamento do capital Diagnóstico de Cancro, “a garantia cessa mas continuam em vigor as restantes garantias contratadas, tais como a de Invalidez Absoluta e Definitiva (IAD) em todas as apólices”.

Apesar do Prévoir Vida Domus já se apresentar, segundo a empresa, “como um dos seguros mais competitivos no mercado, a sua renovação permitiu reforçar a sua posição, com uma tarifa “ainda mais apetecível ao longo de todo o contrato. Este valor competitivo pode ser aplicado tanto a novos contratos de crédito habitação como a transferência de contratos já existentes”.

Outro foco no projeto de renovação visou simplificar a subscrição do produto, explica a companhia. A partir de agora, adianta, aderir ao Prévoir Vida Domus “é mais fácil, através de uma declaração médica simplificada até aos 55 anos ou para capitais até os 100.000 euros”.

A solução de proteção ao crédito habitação alargou, ainda, o limite de idade de subscrição, que passa para os 70 anos, nos casos das garantias de Morte e IAD. O mesmo acontece com a extensão da idade de termo que ascende aos 85 anos da pessoa segura.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Prévoir reforça seguro Vida crédito habitação com novas garantias

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião