TAP retoma 66 rotas em agosto. Vai operar 40% dos voos pré-Covid em setembro

A companhia aérea anunciou que vai ter perto de 700 voos de ida e volta por semana, a partir de setembro, o que equivale a cerca de 40% da sua operação normal pré-Covid.

A TAP anunciou que vai realizar 500 voos semanais de ida e volta, num total de 66 rotas, em agosto. No plano de reposição gradual da operação, estão programados para setembro cerca de 700 voos de ida e volta por semana (num total de 76 rotas), o que equivale a cerca de 40% da operação normal pré-Covid.

“A TAP aumenta a sua oferta já no mês de agosto, em que passa a oferecer 18 voos semanais para o Brasil, 20 voos para seis destinos na América do Norte, 44 voos para 9 destinos em África, 329 voos para 30 cidades na Europa e 126 voos para seis aeroportos nacionais”, anunciou a companhia aérea em comunicado.

A partir do Porto haverá a partir de agosto ligações a Ponta Delgada, Rio de Janeiro, Newark, Londres, Milão e Zurique, que se juntam às ligações a Paris, Luxemburgo e ao Funchal repostas em julho. E em setembro terá início a rota Porto – Amesterdão.

“É em setembro, no entanto, que a TAP vai repor de forma mais significativa a sua operação, retomando cerca de 40% do que era a sua oferta normal no período pré-Covid”, explica. A transportadora aérea vai ter nesse mês 22 voos por semana para o Brasil, 30 voos em oito rotas na América do Norte, 59 voos para 13 cidades em África e no Médio Oriente, 498 voos para 35 cidades europeias e 159 voos entre seis cidades de Portugal.

A TAP ressalva, no entanto, que os planos podem ser alterados pelas medidas de contenção do coronavírus. “A lista de rotas e voos poderá ser ajustada sempre que as circunstâncias o exijam, face à dinâmica da evolução das imposições e restrições dos vários países, em virtude da evolução da pandemia, bem como da evolução da procura”, diz, acrescentando que “ajustou as rotinas e implementou novos e reforçados procedimentos, garantindo a todos os passageiros um ambiente Clean & Safe em todas as fases da viagem”.

(Notícia atualizada às 10h20)

Apoie o jornalismo económico independente. Contribua

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso. O acesso às notícias do ECO é (ainda) livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo rigoroso e credível, mas não só. É continuar a informar apesar do confinamento, é continuar a escrutinar as decisões políticas quando tudo parece descontrolado.

Introduza um valor

Valor mínimo 5€. Após confirmação será gerada uma referência Multibanco.

Comentários ({{ total }})

TAP retoma 66 rotas em agosto. Vai operar 40% dos voos pré-Covid em setembro

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião