Bares e discotecas vão abrir sem pistas de dança e fecham às 20h

  • ECO
  • 30 Julho 2020

Depois de vários meses encerrados, os bares e as discotecas vão poder abrir portas, mas com as mesmas regras aplicadas aos cafés e pastelarias.

Bares e discotecas vão reabrir, mas com regras. Ficam proibidas as pistas de dança, que podem ser ocupadas com mesas onde poderão ser servidas refeições ligeiras. E tal como os cafés e pastelarias, terão de encerrar às 20h00, diz o Público (acesso pago).

O diploma, que deverá ser aprovado esta quinta-feira em Conselho de Ministros, prevê que se existir pista de dança, esta pode ser ocupada com mesas, desde que se cumpra o distanciamento social. E estes espaços poderão usar o espaço exterior como esplanada. O horário de encerramento é às 20h00, impedindo estes estabelecimentos de funcionar à noite, como é habitual.

O setor pedia medidas para reabir há algum tempo, sugerindo mesmo um limite de pessoas no interior e a criação de “quadrados” nas pistas de dança para manter o distanciamento. Mais recentemente, em entrevista ao ECO, o administrador do Grupo K, que detém a discoteca Urban Beach, em Lisboa, sublinhou a necessidade de abrir portas, alertando para o risco de bares e discotecas “desaparecerem”.

Para além desta medida, diz o Público, o Governo vai aprovar também outras regras para a restauração. Atualmente a hora de fecho dos restaurantes é às 23h, mas será dada mais uma hora durante o período do verão.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Bares e discotecas vão abrir sem pistas de dança e fecham às 20h

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião