Exclusivo Ramiro Sequeira vai ser o novo CEO da TAP

Já está escolhido o substituto de Antonoaldo Neves à frente da TAP. O Governo escolheu para gestor interino um diretor que está na companhia desde 2018, para onde entrou vindo da Ibéria.

O Governo já escolheu o novo presidente executivo da TAP com caráter interino: Ramiro Sequeira, Chief Operating Officer (COO) da companhia desde 2018, vai substituir Antonoaldo Neves, apurou o ECO junto de fontes que conhecem o processo e o Ministério das Infraestruturas confirmou a informação. O ministro Pedro Nuno Santos fechou esta semana o acordo com o gestor que chegou à TAP vindo da Ibéria, mas ainda não está definida a data de início de funções.

Pedro Nuno Santos já tinha anunciado, aquando do acordo entre o Estado, David Neeleman e Humberto Pedrosa, que o presidente da TAP seria também substituído, primeiro de forma interina e, depois, a partir da escolha de uma empresa de recrutamento, um gestor internacional. O ministro multiplicou-se em contactos nas últimas semanas para encontrar uma solução interna. O Governo chegou abordar David Pedrosa, administrador da companhia e filho do acionista, Humberto Pedrosa, mas o gestor recusou a possibilidade.

Ramiro Sequeira, lê-se na sua página de linkedin, esteve na Ibéria quase quatro anos e antes na Iberia Express. E, apesar de ser um gestor interino, vai ter de conduzir o processo de reestruturação da TAP, que terá de ser entregue em Bruxelas até outubro.

No passado dia 17 de julho, dia em que foi formalizado o acordo com David Neeleman para a sua saída da estrutura de capital da companhia, a TAP recebeu o primeiro cheque de 250 milhões de euros no âmbito do plano de injeção de fundos públicos de 1.200 milhões de euros.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Ramiro Sequeira vai ser o novo CEO da TAP

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião