Férias rumo ao Algarve? Veja o mapa dos combustíveis mais baratos

Optar pelo posto de combustível mais barato pode valer poupanças acima de cinco euros na altura de abastecer o carro. Conheça os postos mais baratos em Lisboa, Porto e, no destino, o Algarve.

O mês de agosto chegou e muitos portugueses preparam-se para “ir a banhos”. Inevitavelmente, o Algarve mantém-se como o destino de eleição para as férias sobretudo tendo em conta um verão atípico marcado pela pandemia e em que o “fazer férias cá dentro” nunca foi tão valorizado. Antes de partir de viagem rumo a sul há, contudo, que encher o depósito de combustível.

Mesmo tratando-se de tempo de relaxar, é sempre importante poupar. Seja a gasolina ou a gasóleo escolher o posto de combustível pode fazer diferença na hora de pagar. Esta pode ser apenas de alguns cêntimos num litro mas num depósito atestado facilmente se transforma em vários euros.

A pensar na poupança que pode fazer, o ECO compilou os postos com os combustíveis mais baratos nos dois principais pontos de partida rumo a sul — Lisboa e Porto –, mas também no Algarve.

Os cinco postos mais baratos em Lisboa

 

Grosso modo, optar por atestar no posto de combustível mais barato pode representar uma poupança de pelo menos cinco euros quando comparado com o preço da marca de referência do mercado. Tal aplica-se tanto a quem parta de Lisboa como do Porto e em qualquer tipo de combustível, sendo a diferença ainda mais dilatada no caso do gasóleo, onde a poupança pode chegar no limite até aos 11 euros num depósito.

Assumindo dados recolhidos a 29 de julho no site preços dos combustíveis, da Direção-Geral de Energia e Geologia (DGEG), abastecer 55 litros de gasolina simples 95 no posto mais barato da cidade de Lisboa — Rede Energia no Campo Grande — custava 75,845 euros (1,379 euros/litro). Ou seja, menos 5,5 euros face aos 81,345 euros cobrados num posto da marca de referência nacional.

O mesmo posto da Rede Energia também é o mais barato para abastecer de gasóleo. Aí encher o depósito de 55 litros custa 66,495 euros (1,209 euros/litro), sendo a diferença de preço de seis euros face à referência do mercado.

Os cinco postos mais baratos no Porto

Já se o ponto de partida for mais a norte, encher o depósito com a mesma quantidade de gasolina custa 73,095 euros (1,329 euros/litro) no posto Auchan Gondomar, o mais barato da cidade do Porto. Face à marca de referência, este valor corresponde a uma poupança de 8,25 euros. No caso do gasóleo a diferença é ainda mais dilatada, com o posto mais barato — a Rede Energia Porto (1,12 euros/litro) — a permitir uma poupança de 10,945 euros num depósito que custa 61,6 euros para atestar.

Atestado o depósito e feita a viagem o mais certo é que, chegado ao destino das férias, o ponteiro do combustível esteja bastante em baixo. Mesmo que sobrem alguns litros no depósito, pelo menos antes do regresso a casa vai ter de voltar a passar num posto de combustível.

Se há poupanças elevadas nos postos de Porto e Lisboa, o mesmo acontece no Algarve. Basta comparar os valores praticados nos postos mais baratos de cada um dos 16 municípios da região. Mesmo entre estes, há diferenças que chegam a ser de mais de 20 cêntimos, ou seja, mais de dez euros num depósito.

Postos mais baratos em cada município do Algarve

O posto mais barato da região, tanto para a gasolina como para o gasóleo, é o Intermarché de Vila Real de Santo António. Aí o preço do litro é de 1,259 euros na gasolina simples 95 e de 1,079 euros no gasóleo simples. De salientar que este município fica junto à fronteira com Espanha, zonas onde tradicionalmente os preços dos combustíveis são mais baixos.

Não muito distante no espaço, mas no preço, está Alcoutim, onde abastecer o carro de gasolina custa 1,499 euros por litro no posto Tfuel Alcoutim. Já em Aljezur, o preço do litro de gasóleo custa 1,319 euros.

Nos municípios de Albufeira e Silves, os que ficam no caminho de regresso tanto para quem escolhe a nacional como os que preferem a autoestrada, os valores da gasolina mais baixos são 1,339 e 1,314 euros por litro, enquanto no diesel estão nos 1,179 e 1,184 euros, em ambos os casos valores aquém da referência nacional.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Férias rumo ao Algarve? Veja o mapa dos combustíveis mais baratos

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião