ANA com luz verde para descer taxas em 70%

  • ECO
  • 14 Agosto 2020

Com o impacto provocado pela pandemia na aviação, a ANA teria de reduzir as taxas a cobrar às companhias aéreas em 2021. Propôs ao Governo uma redução de 70%, que já foi aceite.

A ANA – Aeroportos de Portugal apresentou ao Governo uma proposta para descer em 70% e em cinco meses as taxas pagas pelas companhias aéreas e essa proposta já foi aceite pelo Executivo, avança o Jornal de Negócios (acesso pago).

O parecer favorável da Autoridade Nacional da Aviação Civil (ANAC) já foi recebido, assim como o das transportadoras na consulta efetuada e da Região Autónoma da Madeira. O mesmo jornal avança que a decisão já foi comunicada à própria ANA que pode agora implementar essa redução.

Devido aos efeitos provocados pelo coronavírus no setor da aviação, a ANA teria de propor uma redução das taxas para vigorar em 2021. A proposta feita ao Governo envolve a redução das taxas de aterragem e assistência em escala, reguladas pelo contrato de concessão.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

ANA com luz verde para descer taxas em 70%

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião