Donos da GNB Vida “mudaram-se” para morada de Greg Lindberg depois da venda

  • ECO
  • 15 Agosto 2020

O fundo da Apax que assumiu o controlo da GNB Vida após compra ao Novo Banco "mudou-se" para a mesma morada de empresas do multimilionário condenado Greg Lindberg, avança o Público.

O fundo da Apax Partners que assumiu o controlo da GNB Vida depois da compra ao Novo Banco “mudou-se” para a mesma morada de empresas do multimilionário Greg Lindberg em Londres, depois de o negócio com o banco português ter sido aprovado pela Autoridade de Supervisão de Seguros e Fundos de Pensões (ASF). A notícia é avançada pelo Público (acesso condicionado).

Esta informação surge dias depois de a Gama Life (antiga GNB Vida) assegurar não ter qualquer ligação ao referido magnata dos seguros, condenado este ano nos EUA por corrupção e fraude fiscal. A ASF também reiterou na semana passada que, aquando da operação, avaliou a idoneidade dos intervenientes no negócio e “não apurou qualquer ligação” entre Lindberg e o fundo que viria a comprar a GNB Vida.

Porém, segundo o Público, há ligações públicas e oficiais entre os compradores da GNB Vida ao Novo Banco e o referido gestor. A seguradora foi vendida em outubro de 2016 por 123 milhões de euros, um desconto de 68,5% face ao valor contabilístico, e o Fundo de Resolução também já assegurou que a venda da GNB Vida não foi concretizada com o referido magnata.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Donos da GNB Vida “mudaram-se” para morada de Greg Lindberg depois da venda

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião