Miguel Oliveira conquista primeira vitória em MotoGP ao vencer Grande Prémio de Estíria

  • Lusa
  • 23 Agosto 2020

O português partiu do sétimo lugar da grelha e conquistou várias posições na segunda partida, para as últimas 12 voltas, depois do acidente do espanhol Maverick Viñales (Yamaha).

O português Miguel Oliveira (KTM) conquistou este domingo pela primeira vez uma vitória no Mundial de MotoGP, ao vencer o Grande Prémio de Estíria, em Spielberg, na Áustria, quinta prova do campeonato.

Oliveira, que tinha como melhor resultado o sexto lugar em Brno, na República Checa, seguia no terceiro lugar e, na última curva, aproveitou a ‘luta’ entre o australiano Jack Miller (Ducati) e o espanhol Pol Espargaro (KTM) para subir pela primeira vez ao pódio.

Fizemos história, hoje, para Portugal”, afirmou Miguel Oliveira, após ter conquistado a vitória. “Não sei o que dizer, estou muito emocionado. Há tanto que gostaria de dizer. Quero começar por agradecer a toda a gente que acreditou em mim, a começar pela família, à equipa, os patrocinadores, os fãs portugueses, mostrámos que somos os melhores”, começou por dizer o português, após o triunfo na quinta prova da temporada.

Prosseguindo com o agradecimento ao “apoio” dos adeptos, Miguel Oliveira destacou o feito, inédito, do motociclismo nacional. “Fizemos história, hoje, para Portugal. Não podia estar mais feliz por tê-lo conseguido aqui em casa da Red Bull e da KTM“, sublinhou o piloto da Tech3.

O português partiu do sétimo lugar da grelha e conquistou várias posições na segunda partida, para as últimas 12 voltas, depois do acidente do espanhol Maverick Viñales (Yamaha). A próxima etapa do Mundial de MotoGP, que vai terminar em Portimão, em 22 de novembro, está marcada para 13 de setembro, em Misano, em Itália.

O secretário de Estado da Juventude e do Desporto classificou como “extraordinária” a vitória de Miguel Oliveira (KTM) no Grande Prémio de MotoGP de Estíria, considerando que esta “enche de orgulho o país”.

A vitória na Áustria, apenas na sua segunda época na prova rainha do motociclismo e a correr numa mota que não é de fábrica só confirma o que há muito sabíamos: O Miguel Oliveira é um piloto extraordinário”, afirmou João Paulo Rebelo, em declarações à agência Lusa.

O governante, que endereçou os parabéns ao piloto da Tech3, referiu que o triunfo no Grande Prémio de Estíria, em Spielberg, na Áustria, na quinta prova do campeonato, “enche de orgulho o país e o motociclismo nacional”.

Segundo João Paulo Rebelo, a vitória, a primeira de Miguel Oliveira e de um português no MotoGP, traz “entusiasmo redobrado” ao Grande Prémio de Portugal, última prova do Mundial de MotoGP, agendada para 22 de novembro, no circuito de Portimão.

O Presidente da República felicitou Miguel Oliveira, considerando tratar-se de “um feito extraordinário de um promissor piloto português”. “É um feito extraordinário de um promissor piloto português, que muito orgulha Portugal e os portugueses e que merece o reconhecimento do Presidente da República”, lê-se numa nota divulgada no ‘site’ da Presidência da República.

Na nota, Marcelo Rebelo de Sousa lembra que Miguel Oliveira “partiu da sétima posição e alcançou a vitória numa ultrapassagem na última curva da prova”. O chefe de Estado faz ainda votos para que a vitória se repita em Portugal, na última corrida do campeonato do mundo de MotoGP que se irá disputar em 22 de novembro, em Portimão, no Algarve.

Também o Comité Olímpico de Portugal, nas suas páginas nas redes sociais, saudou Miguel Oliveira, com a mensagem: “Primeira vitória de Miguel Oliveira numa prova do Mundial de MotoGP! #COPortugal”.

(Notícia atualizada às 15h40)

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Miguel Oliveira conquista primeira vitória em MotoGP ao vencer Grande Prémio de Estíria

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião