Crise já existe. E “vai sofrer agravamentos”, avisa Marcelo

Marcelo Rebelo de Sousa avisou esta sexta-feira que Portugal já está a enfrentar uma crise económica e que a tendência é agravar-se, tal como aconteceu com outros países europeus.

O presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, afirma que o país já está em crise económica, a qual vai agravar-se. “Nós já vivemos em crise económica. Não há que antecipar nada porque a crise económica e social já existe”.

“Nós já vivemos em crise económica. Há mais desempregados do que havia, muita gente esteve em lay-off simplificado para tentar segurar empregos e existem muitas empresas que estão a conhecer situações críticas. O défice teve um aumento brutal para pagar o custo da pandemia, para pagar investimentos reforçados no domínio da saúde, mas também porque há uma redução de receitas porque a atividade económica baixou”, explicou Marcelo Rebelo de Sousa durante uma visita à abertura da Feira do Livro no Porto, em declarações transmitidas pela RTP3.

Perante este cenário, o Presidente da República avisou que a crise económica vai deteriorar-se ainda mais no futuro e que não há como esconder esse facto. “A crise económica portuguesa vai sofrer agravamentos. Nós estamos a viver uma evolução cujo termo não conhecemos e vai ter altos e baixos. Vai haver períodos de agravamentos e depois períodos de desagravamento, como aconteceu em outros países europeus”, refere Marcelo Rebelo de Sousa.

Esta quinta-feira, Marcelo já tinha adiantado que não vai alinhar em crises políticas”, tendo deixado um apelo aos responsáveis políticos para que que não se junte uma crise política à crise económica. “Quando disse que neste clima de pandemia e de crise económica social que não faz sentido juntar uma crise política, disse aquilo que qualquer pessoa sensata diria”, concluiu o presidente da República.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Crise já existe. E “vai sofrer agravamentos”, avisa Marcelo

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião