Lisboa prolonga perdas. Mota-Engil cai mais de 12%

O dia foi negativo na generalidade das praças europeias. Em Lisboa, a Mota-Engil destacou-se nas perdas, depois de uma sessão onde registou uma subida histórica.

A bolsa nacional prolongou as perdas na última sessão da semana, num dia que também foi negativo nas praças europeias. A maioria das cotadas na praça lisboeta terminou em “terreno” vermelho, com destaque para a Mota-Engil, que caiu 12% depois de ter estado no espetro oposto na última sessão, quando valorizou mais de 30%.

O PSI-20, o índice de referência do mercado de capitais português, recuou 0,65% para os 4.342,98 pontos. Entre as 18 cotadas, seis terminaram a negociação em “terreno” positivo, enquanto as restantes registaram perdas.

O destaque foi para a Mota-Engil, que afundou 12,84% para os 1,670 euros. A construtora corrigiu nesta sessão, depois de ter disparado mais de 30% nesta quinta-feira, no seguimento do anúncio de um negócio que será feito a um valor bastante acima do mercado, para a venda de cerca de um terço do capital da construtora aos chineses da CCCC.

Nas perdas encontram-se ainda as empresas do setor da pasta e papel. A Navigator recuou 1,15% para os 2,23 euros, a Semapa caiu 1,16% para os 7,69 euros e a Altri perdeu 1,52% para os 4,138 euros. A pesar na bolsa nacional esteve também a Jerónimo Martins, que desvalorizou 1,71% para os 13,805 euros, bem como a EDP, que perdeu 0,37% para os 4,261 euros.

As praças do Velho Continente também terminaram o dia pintadas de vermelho. O índice pan-europeu Stoxx 600 caiu 0,4%, enquanto o alemão Dax recuou 0,5%, o francês CAC 40 caiu 0,2% e o espanhol IBEX 35 perdeu 0,3%.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Lisboa prolonga perdas. Mota-Engil cai mais de 12%

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião