Metade das estradas estão em “muito más condições de circulação”

  • ECO
  • 29 Agosto 2020

Maiores problemas prendem-se com o mau estado do piso, falta de visibilidade de traçados e de separadores laterais.

Mais de metade dos 4.880 quilómetros das principais estradas nacionais estão em más condições. Esta é a conclusão de um estudo do Programa Europeu de Avaliação de Estradas (EuroRap, na sigla em inglês), revelado pela Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR).

Segundo a avaliação do EuroRap, revelada pelo Jornal de Notícias (acesso livre), há mais de 2.500 quilómetros de vias (52%) com más ou muito más condições de circulação, sendo a maioria no Centro e no Sul. Os maiores problemas prendem-se com o mau estado do piso, falta de visibilidade de traçados e de separadores laterais.

Há ainda 2.052 quilómetros que são razoáveis, mas precisam de investimento. E só 6% de todos os quilómetros das principais estradas nacionais apresentam uma boa ou muito boa qualidade para automobilistas, motociclistas, peões e ciclistas, sendo que a maioria dessas estão a Norte.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Metade das estradas estão em “muito más condições de circulação”

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião