E vão seis acordos. Comissão Europeia negoceia compra de vacinas contra a Covid-19 com a BioNTech-Pfizer

O contrato que a Comissão Europeia tem em vista com a BioNTech-Pfizer prevê a compra inicial de 200 milhões de doses da vacina.

O portefólio de vacinas para a Covid-19 da Comissão Europeia está a ficar cada vez mais completo, com o sexto acordo em vista. Bruxelas concluiu as negociações preliminares com a farmacêutica BioNTech-Pfizer para a compra inicial de 200 milhões de doses da vacina, em nome dos Estados-membros.

O negócio prevê também a opção de adquirir 100 milhões de doses adicionais, caso a vacina prove ser segura e eficaz contra a Covid-19, anunciou a Comissão Europeia, em comunicado. O contrato delineado prevê a possibilidade de os Estados-membros comprarem a vacina, bem como doar para países com menos recursos ou redirecionar para países europeus.

A BioNTech é uma empresa alemã que está a trabalhar com a norte-americana Pfizer para desenvolver uma nova vacina. “Esta é a sexta farmacêutica com a qual fechamos negociações ou firmamos acordo para potenciais vacinas, em tempo recorde“, sinalizou a presidente do Executivo comunitário, Ursula von der Leyen, citada em comunicado. “As probabilidades de desenvolver e implantar uma vacina segura e eficaz nunca foram tão altas, tanto para os europeus aqui em casa, quanto para o resto do mundo”, acrescentou.

A Comissão já negociou com a AstraZeneca, Sanofi-GSK, Johnson & Johnson, CureVac e Moderna. O primeiro contrato, assinado com a AstraZeneca, entrou em vigor a 27 de agosto, tendo, entretanto, a biofarmacêutica suspendido os testes da fase final da vacina que está a desenvolver contra a Covid-19, em parceria com a Universidade de Oxford, após uma suspeita de reação adversa séria num participante do estudo.

“Como parte dos testes globais controlados e randomizados em andamento da vacina de Oxford contra o coronavírus, o nosso processo de revisão padrão desencadeou uma pausa na vacinação para permitir a revisão dos dados de segurança”, indicou a companhia em comunicado.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

E vão seis acordos. Comissão Europeia negoceia compra de vacinas contra a Covid-19 com a BioNTech-Pfizer

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião