Prévoir dispara campanha publicitária para promover entrada na área da saúde

  • ECO Seguros
  • 16 Setembro 2020

A companhia francesa aposta numa campanha publicitária para apoiar a sua rede de distribuição com 750 mediadores e 16 escritórios em Portugal comunicando a sua entrada no ramo saúde.

A Prévoir tem no ar, desde início de setembro, uma campanha de rádio que sublinha que há compromissos para toda a vida, porque, segundo a companhia, “tudo está bem quando a saúde está bem”.

Eugénia Branco, responsável de Comunicação e Marketing da Prévoir: ” Queremos chegar próximo do consumidor, cuja preocupação com a vida e a sua saúde é crescente”.

A campanha de publicidade em rádio teve início de setembro, pode ser ouvido em diversas emissoras nacionais. A mensagem sublinha que há compromissos para toda a vida e marca o lançamento da área de saúde da Prévoir. Com forte atuação nas soluções de previdência, de reforma e de crédito habitação, a Companhia acaba de alargar o seu raio de proteção aos produtos de saúde, em co-seguro com a Victoria Seguros.

De forma mais alargada a comunicação da Prévoir, para lançar a sua entrada no ramo saúde, está presente nos meios digitais, na rádio e na imprensa, bem como em toda a rede de mediadores e de agências da Companhia.

“Pretendemos com esta campanha chegar próximo do consumidor, cuja preocupação com a vida e a sua saúde é crescente” afirma Eugénia Branco, Responsável de Comunicação e Marketing da seguradora. Tal como para nós, também para os nossos clientes é importante que os compromissos com a saúde e o bem-estar sejam a longo prazo”, conclui.

As mensagens publicitárias da rede Prévoir servem como apoio à rede de distribuição de 750 mediadores e 16 escritórios, sendo o produto mantido através do acesso à rede convencionada gerida pela Future HealthCare.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Prévoir dispara campanha publicitária para promover entrada na área da saúde

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião