Covid-19: Mais de 950 mil mortos e 30,5 milhões de infetados em todo o mundo

  • Lusa
  • 19 Setembro 2020

Pelo menos 20.629.000 pessoas já foram consideradas curadas pelas autoridades de saúde.

A pandemia do novo coronavírus já causou a morte a mais de 950 mil pessoas e infetou mais de 30,5 milhões em todo o mundo desde dezembro, segundo um balanço da agência AFP baseado em dados oficiais.

De acordo com o balanço da agência francesa de notícias, às 11h00 TMG (12h00 em Lisboa) deste sábado, já morreram pelo menos 953.025 pessoas e 30.556.040 foram infetadas em 196 países e territórios desde o início da epidemia de covid-19, em dezembro de 2019, na cidade chinesa de Wuhan.

Pelo menos 20.629.000 pessoas já foram consideradas curadas pelas autoridades de saúde.

O número de casos diagnosticados reflete apenas uma fração do número real de infeções. Alguns países testam apenas casos graves, outros priorizam o teste de rastreamento e muitos países pobres têm capacidade limitada de teste.

Na sexta-feira, 5.813 novas mortes e 331.948 novos casos foram registados em todo o mundo.

Os países que registaram o maior número de novas mortes nos seus últimos relatórios são a Índia com 1.247 novas mortes, os Estados Unidos (880) e o Brasil (858).

Os Estados Unidos são o país mais afetado em termos de mortes e casos, com 198.597 mortes em 6.725.044 casos, de acordo com a contagem da Universidade Johns Hopkins. Pelo menos 2.556.465 pessoas foram declaradas curadas.

Depois dos Estados Unidos, os países mais afetados são Brasil com 135.793 mortes para 4.495.183 casos, Índia com 85.619 mortes (5.308.014 casos), México com 72.803 mortes (688.954 casos) e o Reino Unido com 41.732 mortes (385.936 casos).

Entre os países mais atingidos, o Peru é o que declara o maior número de mortes em relação à sua população, com 95 mortes por 100.000 habitantes, seguido pela Bélgica (86), Espanha (65), Bolívia (65) e Brasil (64).

A China (excluindo os territórios de Hong Kong e Macau) contabilizou oficialmente um total de 85.269 casos (14 novos entre sexta e sábado), incluindo 4.634 mortes e 80.464 recuperações.

Coronavírus Dados Informativos

Última atualização: 2020-10-20 22:16:01

Fonte: DGS

  • Confirmados

    103.736

    +1876

  • Internados

    1.237

    +63

  • Internados UCI

    176

    +11

  • Óbitos

    2.213

    +15

A América Latina e as Caraíbas totalizaram 320.809 mortes em 8.636.686 casos no sábado às 11h00 GMT, a Europa 224.786 mortes (4.779.619 casos), Estados Unidos e Canadá 207.837 mortes (6.866.650 casos), a Ásia 123.321 mortes (7.077.509 casos), o Médio Oriente 41.741 mortes (1.771.780 casos), África 33.621 mortes (1.392.772 casos) e a Oceânia 910 mortes (31.029 casos).

O balanço foi realizado com base em dados recolhidos pelos escritórios da AFP junto das autoridades nacionais competentes e informações da Organização Mundial de Saúde (OMS).

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Covid-19: Mais de 950 mil mortos e 30,5 milhões de infetados em todo o mundo

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião