Farmácias receiam não ter vacinas contra gripe suficientes

  • ECO
  • 19 Setembro 2020

O alerta parte do presidente da Associação de Distribuidores Farmacêuticos, com Nuno Cardoso a adiantar ao jornal que as farmácias vão ter "menos cerca de 100 mil vacinas".

As farmácias receiam não ter vacinas contra a gripe em número suficiente para responder à procura, avança o Jornal de Notícias (acesso pago).

O alerta parte do presidente da Associação de Distribuidores Farmacêuticos, com Nuno Cardoso a adiantar ao jornal que as farmácias vão ter “menos cerca de 100 mil vacinas” comparativamente a 2019, isto quando o país se prepara para antecipar as campanhas de vacinação contra a gripe já para dia 28 de setembro. Este ano, as farmácias vão receber perto de 500 mil doses de vacinas, menos do que no ano passado.

A presidente da Associação de Farmácias também está preocupada com eventuais insuficiências no número de vacinas. “Podem escassear para utentes mais carenciados e de grupos de risco“, afirmou Manuela Pacheco, apontando para a falta de capacidade de atendimento por parte de alguns centros de saúde, levando as pessoas a recorrerem às farmácias.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Farmácias receiam não ter vacinas contra gripe suficientes

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião